PJ espera testes de ADN de duas ossadas humanas e não de cadáveres

21/03/2018 07:11 - Modificado em 21/03/2018 07:11

A PJ veio desmentir uma notícia do jornal francês Nice Matin que escrevia que foram enviados para Portugal dois cadáveres para exames laboratoriais. Na verdade, e segundo o que foi divulgado por este online, a polícia científica enviou para fazer o teste de ADN, em Portugal, dois conjuntos de ossadas humanas encontradas em São Vicente e Santigo. No último caso trata-se de ossadas humanas encontradas no dia 18 janeiro na localidade de Ponta Bicuda, em Achada Grande Trás, na cidade da Praia, pertencem a um indivíduo do sexo feminino. A PJ, pelos indícios exteriores, não consegui   determinar nem a idade, nem a identificação da vítima e como não tem instrumentos para fazer o teste de ADN, para determinar com segurança cientifica a quem pertencia os ossos, enviou as amostras para Portugal.

No primeiro caso trata-se ossadas humanas encontradas na zona do Madeiral [1]em São Vicente, no mês de Outubro de 2017. Os indícios encontrados mostraram que se trata de uma mulher. A PJ rastreou as mulheres dadas como desaparecidas em São Vicente e recolheu material genético junto de familiares.

Portanto, segundo os dados apurados pelo NN, não foram enviados cadáveres para análise, mas sim ossadas.

  1. Maria José

    Jovem ator da companhia de teatro “Fladu Fla” encontrado no Tarrafal.
    E agora Janira Hoffer Almada? Estavas preocupada com o Jovem ou estavas a fazer politiquices? PAICV esta desorientado.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.