Assassino confesso  de Silvina Santos aguarda julgamento em prisão preventiva

16/03/2018 06:02 - Modificado em 16/03/2018 06:02

O Tribunal de Loures ,Portugal , decretou pena de prisão preventiva para o homicida da cabo-verdiana Silvina Santos, assassinada no passado sábado em Lisboa, Portugal.

Após ter sido presente ao Tribunal de Loures, o namorado de Sivy, um cidadão paquistanês de 28 anos, que no final de sábado, dia 10, a estrangulou até à morte com uma corda na casa onde viviam na Encosta do Sol, em Odivelas, vai ficar em prisão preventiva até ser julgado.

De realçar que após cometer o crime, o imigrante paquistanês, que segundo informações obtidas é comerciante no Concelho de Odivelas, entregou-se às autoridades e confessou o crime aos agentes de serviço da PSP de Odivelas. Pelo que, neste momento, vai aguardar o julgamento atrás das grades.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.