Paola Saulino acredita que pode resolver o impasse após as eleições em Itália.

8/03/2018 08:24 - Modificado em 8/03/2018 08:24
| Comentários fechados em Paola Saulino acredita que pode resolver o impasse após as eleições em Itália.

A modelo e atriz Paola Saulino deu que falar no referendo constitucional italiano do ano passado ao revelar uma estratégica política no mínimo única: a jovem, de 28 anos, ofereceu sexo oral aos homens que votassem no não. Agora, com a situação de impasse e um Parlamento pendurado após as eleições deste fim de semana em Itália, Paola afirma que é hora de arregaçar mangas e por mão à obra para definir o futuro político do país. Mesmo antes das eleições, a modelo viu a sua conta de Instagram suspensa e desconfia que foi devido às suas táticas de angariação de votos, para que uma eventual nova tour de sexo oral protagonizada por Paola não voltasse a percorrer Itália. Mas a jovem garante que quer mesmo seguir uma carreira política a sério, depois de ter verificado o crescimento de votos em partidos anti-europeístas. Paola apoiou publicamente o pertido liderado pelo antigo primeiro-ministro Silvio Berlusconi, mas agora acha que a solução passa por criar um partido próprio. “Eu vou tomar posições, vou defender o que acredito, não importa em que partido estiver. É a primeira vez que penso nisto a sério e adorava fazer carreira na política”, explica a modelo e atriz, que da última vez que fez campanha política acabou por fazer sexo oral a mais de 700 homens. Paola finaliza justificando o apoio a Berlusconi. A modelo afirma que o homem que liderou quatro governos em Itália tem “muito carisma” e que foi por isso que apoiou o partido Forza Itália.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.