ENAPOR vai concessionar os serviços comerciais ao sector privado

6/11/2012 00:02 - Modificado em 6/11/2012 00:08

A ENAPOR está a reestruturar a orgânica da empresa. Uma das razões apontadas para esta nova orgânica prende-se com a necessidade de equilibrar as finanças da empresa quando as perdas comerciais rondam os dez por cento. Franklin Spencer, presidente do conselho de administração da Enapor (PCA), em declarações à RCV diz que nenhuma empresa séria com este volume de perdas “não procura ajustar a sua gestão à sua actividade” e, daí, a necessidade e o motivo deste ajustamento.

 

Segundo o PCA, com investimentos nas novas tecnologias de informação e comunicação, haverá um maior uso das novas tecnologias em detrimento dos recursos humanos. É que em determinados procedimentos onde existia um maior uso de recursos humanos, inverte-se a situação, com “mais tecnologia e menos recursos humanos”.

Outra mudança na empresa, segundo Franklin Spencer, é que a mesma irá concessionar os serviços comerciais ao sector privado, ficando com a responsabilidade das questões estratégicas relacionadas com a política de modernização dos portos.

  1. Sandra

    Este camarada comunica muito mal. Sempre que fala o entendimento é difícil. Só asneiras e desculpas de mau pagador. A verdade é esta: Ambiente laboral em abolição na Enapor

    Técnicos e chefias desgastados e desmotivados com a falta de respeito demonstrada pela administração da empresa nos últimos tempos.
    De entre outros, há vários assuntos que os trabalhadores em geral exigem, mas sem sucesso.
    – Novo PCCS porque o em vigor expirou desde 2007
    – Implementação do horário único durante todo o ano
    – Actualização salarial de 2012
    – Melhoria de comunicação interna
    – Reconhecimento e
    Estão ainda contra:
    – O Novo organograma sem objectivos, sem norte e completamente desalinhado com os negócios da empresa, desafios futuros, projectos portuários em curso,..etc.
    – Desprezo para os trabalhadores
    – Clientelismo político
    – Promiscuidade entre o objecto social da empresa e as tarefas político-partidárias

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.