Professor norte-americano dispara arma em sala de aula

1/03/2018 01:41 - Modificado em 1/03/2018 01:41
| Comentários fechados em Professor norte-americano dispara arma em sala de aula

Um professor de Estudos Sociais barricou-se, esta quarta-feira, numa sala de aulas de uma escola secundária do Estado norte-americano da Geórgia e disparou um tiro de pistola, indicaram as autoridades.

Não havia alunos na sala de aulas, na altura, e o único ferimento relatado foi o de uma estudante que se magoou no tornozelo ao correr, quando a escola secundária de Dalton foi evacuada.

O professor, Jesse Randal Davidson, foi detido sem resistência após um confronto de entre 30 e 45 minutos com os agentes policiais, precisou o porta-voz da polícia de Dalton, Bruce Frazier.

Davidson, de 53 anos, costuma fazer os relatos dos jogos da equipa de futebol da escola, referiu a polícia na rede social Twitter.

A polícia não esclareceu ainda por que razão Davidson disparou a arma, mas frisou que ele apontou para longe, por uma janela exterior, enquanto o diretor da escola tentava destrancar a porta da sala.

Após o tiro, todas as saídas da escola foram imediatamente bloqueadas.

“Não sei se ele estava apenas a disparar a arma para dizer às pessoas que se afastassem ou assim”, disse Frazier.

Desconhece-se ainda que acusações o professor enfrentará.

O disparo deu-se duas semanas depois do massacre perpetrado por um rapaz de 19 anos na escola secundária de Parkland, na Florida, que se saldou em 17 mortos – 14 alunos e três professores — avivando o debate sobre a necessidade de legislação sobre porte de armas nos Estados Unidos.

Este é o primeiro incidente do género ocorrido depois de Trump ter sugerido que massacres como o de Parkland não aconteceriam se cada professor tivesse uma arma.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.