IPC na ilha do Maio para celebração do Dia Internacional da Língua Materna

20/02/2018 00:25 - Modificado em 20/02/2018 00:25
| Comentários fechados em IPC na ilha do Maio para celebração do Dia Internacional da Língua Materna

Uma equipa do Instituto Património Cultural desloca-se à ilha do Maio, no âmbito da Direcção do Património Imaterial, em missão de serviço de quatro dias com o objectivo, segundo a agenda de trabalho do IPC, da celebração do Dia Internacional da Língua Materna que se assinala no dia 21 de Fevereiro.

Segundo nota de imprensa enviada a esta redacção, a equipa constituída por um antropólogo visual, uma linguista e um antropólogo, realizará durante a sua estada na ilha do Maio um encontro de reflexão com a sociedade maiense sobre a língua cabo-verdiana: legislação, momentos e perspectivas.

Outro ponto de trabalho é o inventário nacional tabanca, ponto importante no processo de elevação desta festividade a património cultural nacional.

Incumbe ainda a este trio, investigações para o projecto de prospecção arqueológica na localidade de Santana Morinho que será realizado a partir do mês de Março.

O evento, segundo a mesma fonte, terá lugar no dia 21 de Fevereiro na Câmara Municipal.

O Dia Internacional da Língua Materna é comemorado em 21 de Fevereiro e foi proclamado pela UNESCO em 17 de Novembro de 1999. Foi reconhecido formalmente pela Assembleia-Geral das Nações Unidas que estabelece 2008 como o Ano Internacional das Línguas. O Dia Internacional da Língua Materna teve origem no Dia do Movimento da Língua que é comemorado no Bangladesh (anteriormente Paquistão Oriental) desde 1952. O dia é comemorado anualmente pelos estados membros da UNESCO e nas suas matrizes para promover o multilinguismo e a diversidade linguística e cultural.

A língua materna estrutura-nos, é a nossa raiz, individual e grupal. Aprendemo-la na infância, crescemos nessa língua e vamos intuindo (e ajuizando sobre) o funcionamento dela. Comunicamos, pensamos, sentimos, criamos com e pela língua materna; ela é sinónimo de identidade cultural.

Ao comemorar o Dia Internacional da Língua Materna pretende-se proteger todas as línguas faladas no Mundo, honrando tradições culturais e respeitando a diversidade linguística. Estima-se que metade das quase 6000 línguas faladas no Mundo esteja em risco de desaparecer.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.