Classificação carnaval 2018, não se pode agradar a todos

14/02/2018 20:35 - Modificado em 14/02/2018 20:37
| Comentários fechados em Classificação carnaval 2018, não se pode agradar a todos

Novamente campeão o grupo Vindos do Oriente. A presidente do grupo bi-campeão de São Vicente após a revalidação do título diz que é muita emoção que recebe pelo segundo ano consecutivo a distinção, porque por mais que se dedica a trazer para a avenida do Mindelo um bom trabalho é sempre uma surpresa.

“Todo o trabalho que fizemos foi com o pensamento fixo em ser bi-campeão, estivemos muito concentrados e colocamos muita perfeição no nosso trabalho, mas não foi assim tanta surpresa que recebemos a proclamação de campeões” refere a presidente da agremiação que diz que dedica a vitória a Manu Cabral e também o carnavalesco que este ano trabalhou com o grupo e garante que as portas estarão sempre abertas para este novo membro do grupo.

Apesar de ser um momento de festa e de celebração, Lili Freitas diz que neste momento o foco também prende-se com a instabilidade que o grupo tem neste momento devido ao estaleiro que costumam usar e de onde vão arrancar obras brevemente o que lhes deixa com uma forte preocupação.

Por seu lado, António Delgado “Patxa” não se mostrou muito satisfeito com o resultado das premiações. E questionado como é que o resultado “caiu” ao Monte Sossego, este afirma que foi “péssimo”. Mas garante que o grupo vai continuar com o sentido claro de regozijo que tem dado para elevar o carnaval de São Vicente e promete continuar neste mesmo caminho. “Independentemente do resultado do carnaval vamos continuar sendo felizes e temos uma direção de pessoas que se entregam de coração”, refere “patxa” que diz que o desfile de terça-feira foi “brilhante, glamoroso e com emoção”.

“Vamos continuar assim, não gostamos mas aceitamos a decisão do juri, que tem que ser respeitado. Não estávamos a espera”, continua este dirigente do carnaval que assegura que “os índios” vão continuar a contribuir para a elevação do carnaval de São Vicente”.

E para continuar nesta senda, diz que é preciso mais parceiros para continuar a crescer com seriedade e isso será feito com ou sem financiamento. A instituição do carnaval de São Vicente vai continuar a crescer”.

cruzeiros do Norte que mais uma vez ficou com o terceiro lugar também não se mostrava nada satisfeito com o resultado, mas com consciência de que apesar de todo o trabalho feito, é complicado neste momento competir com os dois grupos que possuem uma força financeira, que segundo Fátima do Rosário “não temos e por isso continuo apelar aos patrocinadores a apoiarem os outros grupos, porque o carnaval afinal é um produto turístico muito importante.

EC

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.