Crianças desaparecidas: Sociedade exige respostas  por parte do Governo

7/02/2018 00:30 - Modificado em 7/02/2018 00:30

A situação do desaparecimento de crianças na cidade da Praia preocupa todos. As redes sociais têm sido utilizadas não só para manifestar solidariedade à família e às crianças, assim como para deixar uma nota de esperança para que as crianças possam voltar para casa em segurança. Em termos de número, são três casos em poucos meses, o que aumenta o nível de alerta das pessoas, segundo os comentários nas redes sociais.

Pessoas residentes em todas as ilhas têm compartilhado a própria preocupação. O caso toma contornos preocupantes para as pessoas quando surgem teorias do que possa a estar a acontecer no país com as questões de rapto e de tráfico que não são colocadas de lado, com as autoridades a não terem ainda apontado uma teoria.

O caso, ou casos, tem deixado as pessoas atónitas e perplexas com a situação. “O que se está a passar na nossa terra?”, questiona outro internauta perguntando onde está o Governo e o nível de segurança. Situação que considera lamentável. Outro internauta reforça esta linha de pensamento escrevendo que “é mais um daqueles casos em que todos os cabo-verdianos perguntam porque está a acontecer. Resposta que deveriam saber, mas que alguém há-de responder. Agora resta saber quem”.

“Numa terra pequena” os internautas estranham que não haja nenhuma pista sobre o caso. E um dos apelos é que as buscas devem ser feitas em todas as partes. “Não é para procurar apenas em terra, é para ver no mar porque existe o tráfico de pessoas. Porque podem raptar as crianças, colocá-las em iates e botes para irem vendê-las no alto mar”, como informa um internauta, a propósito do desaparecimento destas últimas crianças. Muitos internautas não discordam desta teoria e, se for esse o caso, o problema é mais sério.

O Governo é chamado à responsabilidade pelos internautas para a tomada de medidas para resolver o problema que preocupa desde o primeiro caso. “O Governo de Cabo Verde tem de tomar a iniciativa com esses desaparecidos porque Cabo Verde é muito pequeno para uma pessoa desaparecer e não ser encontrada”. Noutros comentários, sobressaem os pedidos de tomada de medidas para que situações do tipo não voltem a acontecer.

“ Agora virou assim, crianças desaparecem como sal em água”, ironiza outro internauta que avança que as famílias precisam de respostas. E o apelo é de união para combater este tipo de situação. Palavras de afecto às famílias dominam as redes sociais com demonstração de solidariedade por todo o país, aguardando respostas sobre o que está a acontecer no país.

 

 

  1. j.silva

    Anda-se por aí a dizer que são os chineses que andam a raptar as crianças.
    Por vezes, e no passado, se tem visto um certo “racismo” contra os nossos irmãos da costa africana.
    Agora, é com os chineses, nosso amigos e que muito têm ajudado Cabo Verde?
    Esses boatos devem ser varridos do nosso meio. Somos um povo de dignidade e não se pode admitir esses “covardes”

  2. j.silva

    Anda-se por aí a dizer que são os chineses que andam a raptar as crianças.
    Por vezes, e no passado, se tem visto um certo “racismo” contra os nossos irmãos da costa africana.
    Agora, é com os chineses, nosso amigos e que muito têm ajudado Cabo Verde?
    Esses boatos devem ser varridos do nosso meio. Somos um povo de dignidade e não se pode admitir afirmações levianas. Os chineses são nossos amigos. Viva C. Verde e Viva a China….. J. Silva

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.