Desporto em Santo Antão mais pobre com a morte de António Maurício

5/02/2018 01:48 - Modificado em 5/02/2018 01:48

Falecido em Portugal, vítima de doença prolongada, António Duarte Maurício de 47 anos, foi um ícone do desporto não só do Porto Novo onde era Presidente do Marítimo, mas também de toda a ilha de Santo Antão, um amante do futebol que partiu cedo, deixando muita consternação.

Tony d`Marítimo como era conhecido, era um grande amante do desporto, estando na frente do Clube do Marítimo desde 2008 tendo levado, inclusive, esta equipa à sua única conquista no Campeonato Regional do Porto Novo. Depois de uma semana internado no Hospital Baptista de Sousa em São Vicente, teve de se deslocar a Portugal e, aproximadamente um mês e quinze dias em terras lusas, o ilustre Presidente dos “Rubro Negro” do Porto Novo não conseguiu resistir acabando por falecer, deixando para trás muita tristeza no seio dos amantes do desporto em Santo Antão.

Considerado como um grande amigo por todos, completaria em Maio 48 anos, deixando esposa e cinco filhos. O desporto em Santo Antão fica assim mais pobre com a partida deste trabalhador activo e grande desportista, conhecido por todos os desportistas da ilha e não só, que se uniram em mensagens de consternação perante esta irreparável perda do nosso desporto. Os clubes de Norte e Sul de Santo Antão, nas suas páginas oficiais vão deixando mensagens lamentando a sua morte. As mensagens por parte de jogadores, adeptos e muitos dirigentes, cada vez são maiores em torno do desaparecimento físico de Tony d`Marítimo.

O Presidente da Associação Regional de Futebol de Santo Antão Norte (ARFANSA), Carlos Irineu Assunção, em comunicado e representando o seu staff lamenta a morte daquele que considera ser um grande dinamizador e dirigente do desporto e, em particular, do Futebol de toda a Ilha. Em todos os jogos da Taça Norte realizados no fim-de-semana, foi cumprido um minuto de silêncio em memória de António Maurício. Por sua vez, Fernando Lima, Presidente da Associação Regional de Futebol de Santo Antão Sul (ARFSAS), deixou também a sua nota de pesar a quem considera ser “um grande senhor do nosso futebol que muito ajudou a revolucionar o futebol no Porto Novo e Santo Antão. Que Derrota”, concluiu o Presidente na sua publicação. De realçar que também nos jogos da segunda jornada da Taça Região Sul, foi cumprido um minuto de silêncio.

  1. António Duarte

    Uma pequena retificação. O nome completo do falecido é “António Maurício Duarte”. Aproveito também este meio para render mais uma homenagem aquele que foi meu irmão afetivo (de criação), meu amigo e padrinho de casamento e que partiu muito cedo. Dizer também que, cada vez que alguém morre somos chamados a repensar a nossa existência e o quão feliz seria se a pudéssemos aproveitar melhor, utilizando o tempo gasto em concorrências estúpidas na promoção da felicidade do outro, de modo a que ele também concorresse para a nossa. Reflitamos, pois a vida pode ser mais efémera que as nossas espectativas, mas podemos sempre partir com aquela sensação de dever cumprido, de que valeu a pena a nossa existência. RIP Tony. Um abraço de conforto aos restantes membros da família e amigos.

  2. joao Barros

    Minhas condolências

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.