Praça Nova:  Ver o Carnaval de bancada desde que pague por isso  

1/02/2018 00:43 - Modificado em 1/02/2018 00:43

 

Os preparativos para a festa do Carnaval continuam em São Vicente. Por estes dias, é normal ver os trabalhos na Praça Nova para a montagem de bancadas para a plateia assistir ao Carnaval. Além da montagem, os trabalhadores têm feito pequenos furos nos passeios para colocarem as cordas que delimitarão o perímetro de segurança. Em conversa com os trabalhadores da montagem, os mesmos avançam que os trabalhos estão indo bem, apesar das críticas feitas. Já foram montados dois níveis, mas ainda serão colocados mais, aumentando assim, o número de pessoas na plateia.

Como tem sido hábito, apenas a Rua de Lisboa e a Avenida Baltasar Lopes têm recebido bancadas para o desfile do Carnaval e, agora, juntou-se também a Praça Nova, que é normalmente o lugar que as pessoas escolhem para assistirem ao Carnaval.

A intenção é a de dar uma opção às pessoas para poderem ver o Carnaval de forma cómoda, em vez de se amontoarem na berma dos passeios.

A Praça Nova é um ícone na ilha em termos de lugar de comemoração. Não se conseguiu chegar à edilidade devido a uma reunião onde se encontrava a vereadora responsável, para avançar sobre pormenores sobre ao acesso ao espaço.

Denota-se uma certa satisfação pela colocação das bancadas. “Claro que é melhor assim. As pessoas não ficam a empurrar e pode-se ver o Carnaval da melhora maneira”, destaca um munícipe. “Assim, pode-se trazer as crianças e as pessoas mais velhas sem problemas para assistirem ao Carnaval e sem nos preocuparmos com a segurança”.

Um aspecto que é sublinhado é a questão da segurança. “Penso que as pessoas podem-se sentir mais seguras num lugar assim, porque sabemos que nem todos vêm com boas intenções”, avança um outro munícipe. Para algumas pessoas, esta solução pode facilitar o trabalho da polícia e da organização já que tudo estará melhor organizado sem o problema de empurrões para que as pessoas possam subir nos passeios no momento em que os grupos desfilam.

Apesar do número de assentos ter aumentado fica, no entanto, a sensação de que não serão suficientes, permanecendo a questão da limitação da oferta. Outros mais críticos focam-se na questão que é antiga. Ainda há pouca informação sobre a aquisição de lugares e o preço. Em conversa com um funcionário que trabalha na colocação das bancadas, o mesmo diz que as pessoas têm questionado sobre a segurança, mas que não será um problema e que os locais são seguros, pelo que as pessoas podem festejar e saltar também à vontade. “Esta mesma armação foi feita em várias ilhas e uma delas foi no soccer beach no Sal”.

  1. CARLOS DUARTE LOPES

    querem fazer coisa nova? Mudam o circuito do carnaval. mas a justificação pelas bancadas inseguras está mal dada. onde iremos colocar todo o povo de s.vicente? Não será na casa de alguem com certeza.

  2. Bento Silva Santos

    Gostaria de saber o preço dos bilhetes e onde comprá-los. Obrigado

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.