Recém-nascido abandonado está de boa saúde: PJ na pista da mãe

1/02/2018 00:30 - Modificado em 1/02/2018 00:30

O caso se encontra sob a alçada da Policia Judiciaria que está a investigar para descobrir o paradeiro da progenitora. O bebé por seu lado permanece em observação, mas fora de perigo. E deverá ficar sob a custódia do ICCA.

O bebé de sexo feminino foi encontrado em Fonte Francês, dentro de uma selha, a porta da residência da mãe do presidente da UCID, António Monteiro.

Maria de Jesus Monteiro dona da casa diz que não sabe o motivo que levou a pessoa a abandonar o bebé na sua porta, mas infelizmente a sua idade e condições de saúde não lhe permitem ficar com a custódia do bebe.

“A mulher, que abandonou o bebé deve ser duramente castigada pela justiça “, respondem algumas mães questionadas por este online sobre este abandono. Apesar de se poder alegar que não tinha condições de manter o bebé, condições financeiras e psicológica para cuidar da criança, estas consideram que este não é motivo para abandonar um bebe a porta de estranhos.

Os factores que levam uma mãe a abandonar seu recém-nascido podem ser diversos: depressão pós-parto, social, imaturidade, factores que devem ser avaliados, analisados e não julgados e nem criminalizados, responde no entanto um cidadão que considera que há que se criar formas que se possam proteger os bebés para que eles possam ser deixados anonimamente e em proteção.

No entanto considera que não se pode deixar esses bebés abandonados na rua para morrerem de frio, de fome, de abandono, serem comidos por cachorros, porcos, entre. “Não fechemos nossos olhos”.

 

 

  1. Dje Guebara

    Porque não fazem como aqui em America que cuando as mães não querem ter os bèbes elas podem deixar-lhes nas portas das igrejas ou tanbèm nos estações de bombeiros e não serão condenadas como um crime.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.