UCID preocupada com a Ilha do Sal

26/01/2018 02:41 - Modificado em 26/01/2018 02:41

Na retoma dos trabalhos do Parlamento, a UCID, através de uma declaração política sobre a situação socioeconómica da ilha do Sal, reconhece que a ilha tem crescido e que merece “aplausos”, segundo o deputado João Luís.

No entanto, “o boom que a Ilha conheceu nos últimos anos devido aos investimentos externos e nacionais, não foi devidamente acompanhado com políticas públicas capazes de darem respostas aos inúmeros problemas sociais que, como sempre, acompanham situações do género”.

A bancada reconhece alguns investimentos para dotar a ilha de infra-estruturas sem, todavia, falar da qualidade das mesmas. O partido abordou “as condições que deverão ser criadas e outras mantidas para que a ilha não perca a sua característica económica que muito tem a ver com o turismo actualmente praticado – ‘Sol e Praia’”.

O partido chama a atenção sobre a situação das pessoas de alguns bairros como o de Alto São João, Alto Santa Cruz e Terra Boa que, segundo o mesmo, merecem uma atenção especial. A maior preocupação tem muito a ver com as muitas dezenas de crianças. As condições existentes nestas zonas em nada abonam em prol de um desenvolvimento saudável e equilibrado destas crianças, propiciando no futuro situações mais difíceis de resolver do que seria hoje”, como constata João Luís.

O mesmo pede aos políticos que de forma “célere” ajudem a encontrar as soluções necessárias para que estas famílias, “que por infortúnio da vida e na procura da própria vida, acabaram por se acantonar num espaço onde ainda falta de tudo”.

Para a UCID, estas são situações de longa data.

Discorrendo sobre outros assuntos, o parlamentar alerta que em conversa com educadores, constou, aquando da sua visita ao Sal, que “nesta altura do ano lectivo ainda há alunos que não conseguem ter todos os professores”, situação que João Luís estranha, para além de situações de “salas sobrelotadas que dificultam a aprendizagem e a própria qualidade do ensino que se quer, a priori, de excelência”.

Exorta o Governo e as autoridades a continuarem a trabalhar nas áreas da saúde, dotando a ilha de mais meios e também na segurança.

 

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.