MpD – São Vicente: Confiante no futuro da ilha

17/01/2018 13:14 - Modificado em 18/01/2018 12:31

Enquadrado nas comemorações do 13 de Janeiro, dia da Liberdade e da Democracia, e do 20 de Janeiro, dia dos Heróis Nacionais, a Comissão Concelhia do MpD, em São Vicente, reafirma a sua disponibilidade e o propósito de trabalhar junto com o governo central e local, “na procura das melhores soluções para os problemas e anseios das pessoas, visando o seu bem-estar  e a melhoria das suas condições de vida para melhor coesão, paz e harmonia social”, segundo a presidente da Comissão, Maria Santos Trigueiros.

No encontro com a impressa Trigueiros saúda a decisão da transferência do Ministério da Economia Marítima “fazendo jus àquilo que é a história e a natureza desta ilha, que cresceu a volta do porto”. E sobre as vozes que demostram em desacordo com a decisão do governo,  afirma que foi uma medida acertada a transferência do ministério para as instalações da AMP. Maria Trigueiros que sublinha que o mar e porto concentram as maiores potencialidades para a transformação de São Vicente num grande polo de desenvolvimento a partir das suas especificidades e características naturais”. E o desejo é de que a ilha possa ser a ganhar com esta decisão de transferência do ministério para São Vicente.

O MPD em São Vicente ainda exprime a sua satisfação com um leque de obras e projetos para ilha, e que virão “traduzir-se nesse salto quantitativo e qualitativo de São Vicente que tanto precisa e tanto tem aclamado”.

Entre os projetos está a criação da zona economia exclusiva, terminal de cruzeiros, asfaltagem estrada Mindelo-Baía, requalificação da cidade, e da zona turística balnear da Baía das gatas, reabilitação do campo Adérito Sena, junto com a FIFA, requalificação da Laginha construção de vários complexos turísticos, entre outro.

Perante os projetos anunciados a líder do MpD em São Vicente diz manifestar sua “estranheza e repúdio” para o que considera uma estratégia de “absoluta demagogia adotada por determinadas pessoa e partidos políticos em relação a tudo que o governo pretende fazer”. E acrescenta esta “estratégia tem como finalidade única e exclusiva obstaculizar, descredibilizar incitar criar caos social para tirar dividendos sem medir consequências”.

  1. mpd

    zona economia exclusiva, terminal de cruzeiros, asfaltagem estrada Mindelo-Baía, requalificação da cidade, e da zona turística balnear da Baía das gatas, reabilitação do campo Adérito Sena, junto com a FIFA, requalificação da Laginha construção de vários complexos turísticos, entre outro.

    De facto estes projectos são estruturantes para S.Vicente. Vejam só estas pérolas :

    – requalificação da Laginha
    – requalificação de Baia das Gatas
    – reabilitação de Estádio de Futebol

    Inqualificável. Uma mulherzinha qeu se diz Professora universitária. O que é que as dezenas de estudantes da Universdade Piaget que pagam 17 contos por mes durante 5 anos vão fazer com esses projectos ??? Ou melhor o que estes projectos tem algo a dar para jovens que vão sair da universidade ? è caso para perguntar essa mulherzinha está a insunuar que S.Vicente seja transformada numa industria de Cafe ? Só pode …

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.