Sokols  satisfeito com a manifestação ,mas vai encetar outras formas de luta

14/01/2018 23:36 - Modificado em 14/01/2018 23:36
| Comentários fechados em Sokols  satisfeito com a manifestação ,mas vai encetar outras formas de luta

Como tem sido sublinhado pelos promotores do Sokols, o grupo é um meio para dar voz às pessoas. O Sokols chamou e as pessoas responderam. Para além das linhas sugeridas pelo grupo nas marchas realizadas no Dia da Liberdade, foram trazidas outras de campo mais restrito. Durante a manifestação, as pessoas tiveram a oportunidade de falar e dar voz às suas insatisfações: desemprego, ensino, marinha mercante, a situação da ilha foram tópicos falados.

Para o Sokols, o “povo já disse basta”. E saúda a forma como decorreu a marcha “revelando uma cidadania exemplar”. Sublinha na sua página que é mais que justa porque se trata de um direito consagrado na Constituição e que os sucessivos governos de Cabo Verde não respeitam até aos dias de hoje, ou seja, a descentralização. Os são-vicentinos pediram hoje para que todos os cidadãos de todas as ilhas de Cabo Verde tenham o mesmo valor e não valores diferentes conforme foi dado no Orçamento de Estado de 2018”.

Durante a manifestação, o grupo sublinhou que continuará a reivindicar não se importando do Governo e que equaciona outra forma de luta. Para as pessoas, esta forma de reivindicação é necessária para demonstrar a insatisfação das pessoas. Se surte efeito, como responde Anderson Neves, não se sabe mas que cria alguma pressão nas pessoas que estão no poder, isso sim. Desta mesma forma pensa Jorge Delgado que manifesta porque sente que as coisas não estão bem e precisam de mudar e sublinha uma mudança que todos possam sentir. Mudança para melhor e para todos é o pedido.

A manifestação era destinada às decisões políticas com destaque para a edilidade e o Governo. No comentário sobre a manifestação, o Primeiro-ministro Ulisses Correia e Silva afirma que tal protesto não era destinado ao seu Governo. “Acho que esta manifestação não tem nada a ver com este Governo. Somos o Governo que mais descentralização tem estado a fazer, um Governo engajado na regionalização, que tem estado a transferir mais recursos para os municípios numa atitude de parceria, por isso, acho que não tem nada a ver connosco. Não retirando, portanto, o desígnio legal das pessoas se manifestarem.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.