Mudanças de instalações da AMP : MpD e PAICV com posições diferentes

11/01/2018 23:45 - Modificado em 11/01/2018 23:45
| Comentários fechados em Mudanças de instalações da AMP : MpD e PAICV com posições diferentes

Os deputados eleitos pelo círculo eleitoral de São Vicente do PAICV e MpD assumem posições diferentes sobre a questão da mudança de edifício da AMP para cedência ao governo para  instalar o Ministério da Economia Marítima.

O PAICV que foi o primeiro a abordar o assunto manifestou-se contra a transferência da AMP para outro edifício, baseando o tipo de instituição que é a AMP, e pelo facto de estar instalado há  muito no local. E que para sediar o Ministério deveria ser o governo a procurar um local. Atitude que classifica de despejo, sendo que os funcionários foram avisados num dia e a mudança iniciou-se no mesmo dia.

“O ministério poderia ir para o edifício para onde estão a transferir a AMP, isto é que faria sentido, porque a instalação também é digna, e não provocar todo esse desarranjo e toda essa desconsideração para com instituições e pessoas”

Com esta postura ao lado dos que não querem a mudança do AMP, o MpD comenta sobre a questão, afirmando que o PAICV está a incitar os trabalhadores a oporem-se  a uma ordem do governo, e o que se quer é  “criar caos na governação, mas que não vão conseguir.” E para o MpD é normal que se esteja a transferir a AMP, e que pela lógica o novo ministério se instale no edifício onde funcionou a direção-geral da Marinha e Portos, o Instituto Marítimo e Portuário e, agora, a Agência Marítima e Portuária, que está a ser transferida para o edifício da Câmara de Comércio do Barlavento, no centro da cidade”. E para os deputados do MpD pelo círculo de São Vicente não era necessário diálogo para obter acordo, sendo que não está em causa os seus direitos”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.