Sepultura do jovem da ilha da Madeira morto á facada foi vandalizada  

11/01/2018 01:36 - Modificado em 11/01/2018 11:16

A sepultura do jovem Paulo Rocha, conhecido por Nazu, assassinado no dia 1 de Janeiro foi vandalizada, ontem á tarde. Pessoas que prestam serviço no Cemitério de São vicente confirmaram que “ encontramos o túmulo vandalizado, com a foto rasgada, as flores partidas e a superfície da cova remexida. Familiares do malogrado deslocaram-se ao cemitério e puderam confirmar esse facto. A Policia Nacional mandou para o local a Brigada Anticrime (BIC) que está a investigar e tentar saber quem foram os autores “ desse cato de vandalismo”.

Ao NN fonte da PN diz que é cedo para se tirar conclusões sobre quem foram os autores do acto. Mas considera que isso “ não serve para acalmar os ânimos exaltados entre jovens da Ilha da Madeira e Fonte Francês desde o ataque á catana contra um jovem dessa localidade e o assassinato de Nazu, da Ilha da Madeira “

Paulo Rocha, 20 anos de idade, é a ultima vítima mortal da guerra entre gangues que reacendeu em São Vicente. Paulo foi morto devido a uma facada que recebeu nas costas, Tudo indica que foi morto por pertencer ou ter amigos referenciados no grupo “Pintcha Andor” ,  em retaliação pelo ataque cometido no dia 21 de Dezembro contra um elemento do grupo de Fonte Francês

 

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.