Associação Kriol-Ità termina missão médica com realização de mais de 300 cirurgias oftalmológicas

9/01/2018 00:29 - Modificado em 9/01/2018 00:29
| Comentários fechados em Associação Kriol-Ità termina missão médica com realização de mais de 300 cirurgias oftalmológicas

A associação de amigos de Cabo Verde e Itália (Kriol-Ità) concluiu hoje uma missão médica de 15 dias ao hospital de São Vicente, no decurso da qual realizou mais de 300 cirurgias oftalmológicas.

A informação foi avançada hoje pela presidente da associação, Maria Silva, que justificou a vinda desta missão médica de especialistas italianos em oftalmologia na esteira de uma parceria assinada em Abril do ano passado com o Hospital Baptista de Sousa (HBS), instituição detentora de uma lista de espera de 700 pacientes de idades compreendidas entre um e 100 anos, que aguardavam pela realização de cirurgias de catarata.

“Quando fomos contactados pelo HBS, nosso parceiro, estivemos aqui numa missão de Urologia, a nossa primeira em Cabo Verde, e assinamos uma parceria em que nos comprometemos trazer, regularmente , equipas médicas de acordo com as solicitações. E neste caso, o HBS solicitou-nos ajuda em oftalmologia, porque tinham uma lista de espera enorme e não tinham capacidade de resposta”, justificou a mesma fonte

Segundo avançou Maria Silva, pelo menos mais de 300 pessoas de todas as ilhas do Barlavento foram beneficiadas com a realização de cirurgias que se iniciaram no dia 28 de Dezembro e abrangeram os finais de semana e o feriado , com um programa “ambicioso e incansável” para reduzir ao máximo a lista de espera do hospital.

As prioridades foram dadas, conforme avançou a mesma fonte, a pacientes com cataratas bilaterais ou com cegueira total, a tempo de realizar as duas cirurgias, e também a pacientes de um a sete anos, vítimas de cataratacongénita, “casos mais complicados” porque requerem uma anestesia total.

“Temos casos de pacientes que não conseguiam ver nada há muito tempo, como é o caso da dona Bia, que disse que finalmente consegui ver a cara dos seus netinhos em casa. Portanto, tem sido uma missão muito gratificante e que nos tem trazido grande emoção”, avançou.

A missão contou também com a colaboração de agentes do HBS que se envolveram voluntariamente, acompanhando a equipa médica no bloco operatório, para além de vários jovens instrumentistas que aproveitaram a missão como uma formação.

Trata-se, segundo Maria Silva, de uma “experiência humana de troca mútua”, em que os médicos especialistas se enriqueceram com a possibilidade de trabalhar com meios limitados e o hospital aprende com as suas experiências.

“O objectivo principal da vinda da missão médicas a Cabo Verde não se prende somente com a realização das operações, mas sim trabalhar na vertente formação, quer a nível do bloco operatório, quer a nível das consultas que contaram com a participação do pessoal local para captar a experiência e , sobretudo, para jovens que estão a estudar enfermagem, que trabalharam de forma voluntária, mas não com sentido de ligeireza mas sim com grande nível de profissionalismo”, observou.

Para os pacientes que não foram contemplados nesta primeira missão oftalmológica, a presidente da Kriol-Ità garantiu que a associação já trabalha na possibilidade de uma segunda missão, daqui a quatro ou seis meses, que deverá voltar “melhor preparada” em equipamentos para ajudar a solucionar, não só problemas de catarata, como também de outras patologias a nível da visão.

As consultas médicas abrangeram pacientes de toda a Região Sanitária do Norte do país , previamente seleccionados pelo Hospital Baptista de Sousa , nesta que é uma “missão solidária, voluntária e gratuita”, tendo em conta, segundo Maria Silva, que nem sempre os pacientes têm a possibilidade de realizar uma operação de catarata em Cabo Verde ou no exterior.

Kriol-Ità é uma associação que nasceu da amizade entre Itália e Cabo Verde e que objectiva estreitar as relações entre estes dois países, sobretudo no âmbito de cooperação descentralizada de relacionamento com a sociedade civil.

Foi fundada há três anos por cabo-verdianos e italianos que residem na Itália e em Cabo Verde, tendo em conta o “grande número” de italianos que residem no arquipélago, por motivos de investimento ou de relacionamento familiar.

A associação também tem como objectivo valorizar as relações históricas entre os dois países, que vão desde que António da Noli, navegador italiano, descobriu uma das ilhas de Cabo Verde, até à construção do aeroporto internacional da ilha do Sal, passando pela criação das primeiras aldeias turísticas na ilha do Sal.

A missão principal da associação Kriol-Ità é promover o diálogo entre as instituições italianas e cabo-verdianas.

Para além da cooperação a nível da saúde, no âmbito das suas actividades, a associação tem promovido intercâmbios entre universidades, projectos com o Comité Olímpico e Federação Cabo-verdiana de Voleibol, parceria com a Cruz Vermelha, e está a trabalhar com as Forças Armadas, na promoção da modalidade desportiva esgrima, através de formação de militares na disciplina.

 

Inforpress

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.