Juiz aplica prisão preventiva para homicida de Paulo Rocha

4/01/2018 01:26 - Modificado em 4/01/2018 02:04
| Comentários fechados em Juiz aplica prisão preventiva para homicida de Paulo Rocha

Esta quarta-feira, o Primeiro Juízo Crime do Tribunal da Comarca de São Vicente aplicou, como medida de coacção, prisão preventiva para o jovem, suposto homicida, conhecido por “Djon” e integrante de um grupo de delinquentes referenciado como “Grupo de Ti Lis” de Fonte Francês, suspeito de ter assassinado na madrugada do dia 01 de Janeiro, Paulo Rocha, por suposta represália à agressão de um jovem vítima de um ataque com uma catana no polivalente da zona de Fonte Francês.

Segundo fonte judicial, depois da audição, o Ministério Público pediu a prisão preventiva do suspeito pelo que “Djon” vai aguardar o desenrolar do processo no estabelecimento prisional da Ribeirinha, decidiu o Tribunal da Comarca de São Vicente.

O caso aconteceu na Avenida 5 de Julho, no centro do Mindelo, sendo que a vítima foi imediatamente levada para o hospital onde foi submetida a cirurgias vindo, no entanto, a falecer já de manhã.

O suposto homicida pôs-se de imediato em fuga, mas viria a ser detido horas depois. Indiciado pelo crime de homicídio, o suspeito vai aguardar o desenrolar do processo na cadeia.

O enterro aconteceu esta quarta-feira, a partir da sua residência na Ribeira Bote.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.