Greve da PN com adesão a volta dos noventa e nove por cento

27/12/2017 14:53 - Modificado em 27/12/2017 14:57
| Comentários fechados em Greve da PN com adesão a volta dos noventa e nove por cento

A greve nacional da policia, decretada pela SINAPOL e com duração de três dias, fica marcada com uma adesão a volta dos noventa e nove por cento, segundo informações do sindicato. As esquadras em todo o país, como sublinha estão funcionar.

Em cima da mesa está o não cumprimento do memorando de entendimento, assinado em março, com o Ministério da Administração Interna. No memorando o ministério comprometeu em atender as reivindicações dos polícias, e com o não cumprimento avançou-se para a greve. Os agentes policias na sua lista de reivindicações está a atualização salarial, a redução da carga horária e a introdução de um regulamento de trabalho e pagamento de subsídio de condição policial à guarda-fiscal, com efeitos retroativos.

O presidente da Sinapol, José Barbosa, comenta a requisição civil que o governo anunciou, e sobre este assunto avança que o sindicato não recebeu. “A requisição civil, havendo, é da responsabilidade do Governo. Fizemos tudo o que esteve ao nosso alcance para que chegássemos a um acordo, mas infelizmente o Governo inviabilizou tudo, não quis de maneira alguma para que chegássemos a um acordo quer em relação aos pontos que estiveram em desacordo assim como em relação ao serviço mínimo”, como sublinhou.

E que hoje na Direção Geral do trabalho não compareceu ninguém do ministério para assinar um documento que passaram três dias a discutir, e ainda ninguém da direção nacional da Policia.

 

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.