ONU vota contra decisão dos EUA de reconhecer Jerusalém como capital de Israel

22/12/2017 02:08 - Modificado em 22/12/2017 02:08
| Comentários fechados em ONU vota contra decisão dos EUA de reconhecer Jerusalém como capital de Israel

A ONU aprovou voto condenatório aos EUA. “Vamos lembrar-nos disto”.

A Assembleia-Geral das Nações Unidas aprovou um voto condenatório da decisão dos Estados Unidos de reconhecer Jerusalém como capital de Israel.

Mesmo com várias ameaças por parte da Embaixadora dos Estados Unidos e do próprio Presidente norte-americano, 128 países votaram a favor da proposta da ONU para que o país recue na decisão de reconhecer Jerusalém como capital de Israel que foi considerada “nula e sem efeito”.

A resolução, sem carácter vinculativo, passou esta quinta-feira com 128 votos a favor, 9 votos contra e 35 abstenções.

“Os Estados Unidos vão lembrar-se deste dia, quando foram alvo de ataque na Assembleia-Geral. Vamos lembrar-nos disso quando os países vierem bater à nossa porta, como fazem sempre, para pagarmos ainda mais. Este voto vai ser lembrado”, avisou Nikki Haley, Embaixadora dos Estados Unidos na ONU, antes da votação.

Recorde-se que o Presidente dos Estados Unidos tinha antes ameaçado os Estados-Membros da ONU que apoiassem a resolução, falando em cortar a ajuda financeira atribuída por Washington. “Vamos tomar nota dos votos”, afiançou Donald Trump, um aviso que também havia sido deixado pela Embaixadora Nikki Haley.

A resolução tinha sido proposta pelo Iémen e pela Turquia, em nome de um grupo de países árabes e da Organização para a Cooperação Islâmica (OCI) e que é contra o reconhecimento por parte dos Estados Unidos, de Jerusalém como capital de Israel.

O texto da resolução escreve que qualquer decisão sobre Jerusalém deve ser cancelada, sem mencionar directamente o nome dos Estados Unidos.

Fonte: www.noticiasaominuto.com

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.