Portugal : Homem que matou quatro pessoas encontrado morto na prisão 

21/12/2017 02:29 - Modificado em 21/12/2017 02:29
| Comentários fechados em  Portugal : Homem que matou quatro pessoas encontrado morto na prisão 

O ‘Monstro de Barcelos’, Adelino Briote, morreu esta terça-feira na ala psiquiátrica do hospital prisional de Caxias para onde foi transferido há seis meses por ter sofrido vários surtos psicóticos e por não haver na cadeia de Braga pessoal médico especializado para o acompanhar.

Adelino Briote aguardava julgamento pela morte de quatro pessoas, incluindo uma grávida.

O homicida, de 60 anos, foi encontrado sem vida na cela pelos guardas prisionais. Não há suspeitas de crime.

Briote estava acusado de quatro homicídios – entre as vítimas havia uma mulher grávida de 8 meses – , mas com a morte o processo fica automaticamente arquivado e o julgamento, que estava para ser marcado, anulado.

O reformado foi responsável por um banho de sangue a 23 de março passado, em Tamel S. Veríssimo, Barcelos. Para se vingar dos vizinhos que não quiseram ser testemunhas abonatórias num processo em que agrediu a filha grávida e a ex-sogra, pegou numa faca e matou um casal idoso, uma vizinha que tentou socorrer as 2 primeiras vítimas e a grávida que vivia na casa em frente à dele. Depois, disse a populares e à GNR que tinha sido ele a matar todas as vítimas.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.