Delegado da DGD em São Vicente: “Minha modalidade é São Vicente”

19/12/2017 01:46 - Modificado em 19/12/2017 01:46

Adelino Duarte “Didi”, foi esta segunda-feira oficialmente empossado no cargo de Delegado da Direcção geral dos Desportos da ilha pelo Ministro do Desporto Fernando Elísio Freire.

Durante a sua tomada de posse, “Didi”, reafirmou a sua disponibilidade e trabalhar com todas as associações desportivas, independentemente da modalidade. De acordo com o novo delegado da região da ilha, “minha modalidade é São Vicente” e promete fazer de tudo para que estas não sejam apenas palavras ditas no momento de emoção.

Acostumado a parte técnica desportiva, esteve a frente da equipa de futebol do Batuque, de 1995 a 2015, seguindo depois Atlético do Mindelo, 2013 a 2017 e agora aceita o cargo de “dirigismo” desportivo da sua ilha natal.

O professor da escola Secundária José Augusto Pinto, diz que abraça este novo projecto e confessa que apesar de nunca ter congestionado esta hipótese, agradece o convite e sendo um homem de desafios aceitou como o objectivo de trabalhar em prol dos interesses desportivos de São Vicente.

Considera ainda que Cabo Verde continua a desempenhar um papel cada vez mais alto no mundo do desporto e São Vicente sempre teve um papel importante neste desempenho e promete que vai trabalhar para que isso continue. “É uma Ilha com grande tradição e herança desportiva, de qualidade e atrevo-me a dizer de excelência”, atira Adelino Duarte afirmando que é “hora de voltar a produzir grandes atletas e ainda melhores do passado”.

Diz que é preciso reforçar a aposta na formação e que todos os presidentes das associações regionais de São Vicente devem abraçar a formação.

Para este novo delegado, o centro de medicina desportiva é o toque final para os atletas de são Vicente, pois estes mostram-se indispensáveis e essenciais para que se possa manter a boa qualidade dos atletas. “Permitem fazer uma avaliação criteriosa das potencialidades dos atletas, bem como limitações, pontos fortes e fracos e quais as áreas de intervenção. Prevenir e tratar lesões, o que tem sido o calcanhar de Aquiles de muitos atletas que vêem o sonho interrompido porque não existente em Cabo Verde um centro de medicina desportiva”.

Acredita que esta é uma aposta que deve contar com o envolvimento da Câmara Municipal, da Direcção Geral dos Desportos e Agentes Desportivos.

Licenciado em Ciências Sociais pela Universidade Federal Fluminense no Rio de Janeiro – Brasil. Possui também formações na área do desporto, nomeadamente Curso de treinadores de nível II, Curso de Andebol, Curso de Solidariedade olímpica, entre outros

  1. Paulo Cardoso

    Força e muita coragem, São Vicente está de parabens, ganhou um grande vulto do desporto cabo-verdiano, tem um grande percurso tanto como atleta e como ativista social e desportivo, desejo-te sucessos no cumprimento da grande e nobre tarefa que te foi confiado Adelino “Didi”,

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.