Entrega de cargas no fim-de-semana acalma o movimento da entrega na alfândega

19/12/2017 01:35 - Modificado em 19/12/2017 01:35

A situação da entrega de cargas na alfândega parece estar normalizada por enquanto, isto depois da decisão de fazer entregas durante o fim-de-semana. Durante o sábado e domingo, foram feitas entregas de cargas. A situação já nesta segunda-feira estava normalizada. Apesar das longas filas nas primeiras horas, o movimento foi diminuindo sendo que já por volta da uma da tarde já não se registava um número razoável de pessoas à espera.

Apesar da melhoria, a insatisfação das pessoas não ficou de parte. Em conversa com algumas pessoas, o sentimento demonstrado, depois de terem recebido as respectivas cargas, é de satisfação “depois de dias a tentar”. “Hoje, pelo menos, já consegui levantar as minhas cargas depois de alguns dias, mas senti que as coisas melhoraram hoje”, comenta com o NN uma cidadã já sentada em cima das suas cargas enquanto esperava o carro, enquanto que um estivador oferecia os seus serviços. Este comenta com alguma satisfação a decisão de entregar as cargas durante o fim-de-semana, o que ajudou no movimento desta segunda-feira.

Lidson Fortes também demonstrou que o movimento foi normal. As pessoas têm recebido as suas cargas, houve menos pessoas do que nos outros dias. Mas, pelo tempo que diz estar à espera, não está satisfeito. Os que ainda continuam à espera, afirmam que agora é apenas esperar pela própria vez.

No local, o movimento também tem sido muito, com muitos estivadores presentes entre as pessoas, a tentarem carregar as mercadorias das pessoas. Desta parte, a satisfação tem sido boa com algum trabalho nesta época de festa, reconhecendo as dificuldades das pessoas, mas “tem havido algum trabalho”. A satisfação aumenta ainda quando sublinham que vão chegar mais barcos dentro de dias e que vai haver mais trabalho. Isto também já perspectivando problemas na entrega.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.