Sexo  oral nela  através do seu telemóvel

14/12/2017 09:15 - Modificado em 14/12/2017 09:15

O futuro chegou: agora poderá fazer sexo oral na sua parceira através do celular. Não, não é loucura e nem um título mentiroso. É a evolução da tecnologia!

Os smartphones são o futuro na palma da mão: pode trabalhar por eles, conectar-se com o mundo inteiro e, agora, fazer sexo oral à distância.

Esta é a proposta da empresa O-Cast que criou o Lush, um novo sistema que permite fazer o upload de “sessões” – se é que essa é a melhor palavra – de sexo oral que podem ser descarregadas num vibrador por bluetooth.

Darren Press, porta-voz da O-Cast, diz que esse produto é tipo um “iTunes do sexo oral”, já que o plano é oferecer todos os tipos diferentes de línguas e padrões de movimento para download no website do programa.

Funciona assim: uma pessoa faz o download do aplicativo que grava os padrões de vibração e, aí, basta lamber o ecrã do celular para registar o movimento. Sim, é bem nojento, então mantenha o seu celular sempre limpo se quiser usar: “também pode usar o dedo, mas dizer às pessoas que lambe o celular ajuda a vender a notícia”, explicou Darren Press para o jornal HuffPost.

Independentemente do que utilizar – língua ou dedos, o movimento deve durar 60 segundos. Mas ele, é claro, pode ser repetido no vibrador quantas vezes a garota quiser. O programa regista movimentos circulares, linhas rectas e até as letras do alfabeto. Os padrões de vibração são enviados por bluetooh para o Lush, um vibrador de controlo remoto vendido por cerca de US$100.

Press diz que essa tecnologia foi testada com a ajuda de camgirls profissionais que trabalham para o site CamSoda. Aliás, ele surpreendeu-se com o que descobriu com a pesquisa de mercado: “Elas (as camgirls) ficaram em êxtase com as vibrações mais altas. Eu não acreditava que elas iriam gostar de um produto que vibra de forma agressiva. Quando segurei o vibrador, podia sentir as ondas subirem por todo o meu braço”.

A camgirl Charley Hart testou o produto e ficou impressionada com o resultado: “Amei”, disse ela para o jornal HuffPost. “Nada pode substituir um bom sexo oral real, mas é uma óptima solução quando a outra pessoa estiver longe”.

Mas Hart também diz que o sistema pode ter outras finalidades como aumentar a confiança das pessoas que se sentem inseguras e acham que não conseguem fazer um sexo oral tão bom numa mulher e até aperfeiçoar as técnicas daqueles que já mandam bem na prática.

Hart planeia utilizar o Lush no seu trabalho como camgirl para permitir que os seus fãs “pratiquem” o sexo oral nela durante os shows privados – é claro, se eles pagarem por isso: “É raro encontrar homens que mandem bem nisso, então, se alguém for bom, vou querer repetir a dose mais vezes”.

Camgirls, para quem não sabe, são garotas que fazem apresentações sexuais através da webcam e cobram por isso. Actualmente, o sistema fornece 12 tipos de “orgasmos” para download mas, em breve, mais “padrões de vibrações” serão oferecidos pelos utilizadores que fizerem o upload das lambidas.

Fonte: https://manualdohomemmoderno.com.br

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.