Autoridades britânicas evitam ataque para matar Theresa May  

6/12/2017 07:14 - Modificado em 6/12/2017 07:14

 

Duas pessoas foram detidas depois de plano ter sido descoberto e prevenido.

Um plano terrorista para assassinar a primeira-ministra britânica, Theresa May, foi evitado pelas autoridades do Reino Unido. A notícia está a ser avançada esta terça-feira pela Sky News, que adianta que a polícia e o MI5 (Serviços de segurança britânicos) chegou mesmo a deter duas pessoas na semana passada. Esses indivíduos terão sido, esta terça-feira, acusados de planear atos terroristas.

Naa’imur Zakariyah Rahman, de 20 anos, e Mohammed Aqib Imran, de 21 anos, deverão comparecer em tribunal na quarta-feira de manhã. A ideia, adianta, seria lançar um engenho explosivo em Downing Street e aproveitar o caos desse ataque para matar Theresa May.  Segundo um jornalista daquela cadeia televisiva, este é “o mais recente de vários planos terroristas que as autoridades conseguiram evitar este ano”.  “Na sua essência, trata-se de um plano suicida de extremistas islâmicos contra Downing Street” (a residência oficial da primeira-ministra do Reino Unido), garantiu.  “O plano estava a ser investigado há várias semanas pelas autoridades”, remata.
cmjornal.pt

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.