São Vicente: Segunda edição da URDI considerada um sucesso

4/12/2017 16:35 - Modificado em 4/12/2017 16:59
| Comentários fechados em São Vicente: Segunda edição da URDI considerada um sucesso

Durante quatro dias, a Praça Amílcar Cabral (Praça Nova) do Mindelo recebeu a segunda edição da Feira de Artesanato e Design de Cabo Verde (URDI) e contou com a participação de mais de 100 criadores nacionais e internacionais. E deram nota positiva ao evento, e também a escolha do local para receber o evento.

Para o ministro da cultura é através do artesanato pode-se criar postos de trabalho valorizar o património imaterial para poder fazer a tradição e a identidade. E foi nesse clima que os criativos nacionais e estrangeiros viveram estes dias. O MCIC pretende concretizar a ideia de tornar o Mindelo como o centro de inovação e das indústrias criativas.

Com uma organização diferente, a Praça Amílcar Cabral, foi o palco, segundo o Ministro da Cultura e Indústrias Criativas de um evento desenhado e pensado em desenvolver Mindelo a vida que foi notória durante estes 04 dias.

“Este não é um evento de Mindelo ou de São Vicente é um evento de Cabo Verde, mostrando que São Vicente não está a margem do desenvolvimento do país. Mindelo pode ser o coração, uma cidade de uma indústria criativa e da criatividade cabo-verdiana”, atirou Abraão Vicente durante o encerramento da segunda edição da URDI.

Edição bastante elogiada pelos participantes, criadores e público em geral. Os criadores garantem que o evento foi um sucesso, que apesar da “falta de dinheiro”, as visitas durante as exposições foram boas, o que mostra que o governo está empenhado em transformar São Vicente um Centro de empreendedorismo, ciência, tecnologia e inovação, conforme havia afirmado o Primeiro-ministro na abertura do evento.

Durante a feira foram apresentados diferentes trabalhos e estilos. E sentem orgulho de apresentar os seus trabalhos, naquilo que está a transformar numa das maiores plataformas artística e cultural de São Vicente e quiçá Cabo Verde.

Por seu lado, do Director Nacional de Artesanato e Design, Irlando Ferreira afirma que é com esta energia que vão continuar a desenvolver a ilha e acreditar que “poderemos fazer o melhor, com esforço dedicação e muita garra”.

A URDI, organizada pelo Ministério da Cultura e das Industrias Criativas (MCIC), através do Centro de Artesanato e Design (CNAD)

A URDI foi criada em 2016 na sequência das cinco edições do Fonartes e é uma iniciativa cultural anual, dedicada à exploração e mostra das múltiplas expressões do artesanato e design. Visa preconizar novos horizontes para o fomento do Artesanato e do Design “Created in Cabo Verde. Com um orçamento que ronda os sete (7) mil contos, este evento pretende ser a marca do país em termos do artesanato, juntando, na ilha de São Vicente, artesãos de todas as ilhas.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.