Condutor com 2, 87 g/l de álcool no sangue provoca acidente: invadiu a faixa contrária na estrada de São Pedro

26/10/2012 16:04 - Modificado em 26/10/2012 16:04
| Comentários fechados em Condutor com 2, 87 g/l de álcool no sangue provoca acidente: invadiu a faixa contrária na estrada de São Pedro

Na noite desta quinta-feira, duas viaturas colidiram na estrada de acesso entre a cidade e a localidade de São Pedro, na ilha de São Vicente. O acidente envolveu um veículo conduzido por Francisco Lamas, director do Hotel Don Paco, e outro conduzido por Fernando Vieira. De acordo com o teste de alcoolemia realizado pela PN, este acusou uma taxa de 2,87 g/l de álcool no sangue. Este online apurou que este mesmo condutor esteve envolvido num acidente, em 2009 nesta mesma estrada que culminou na morte de um soldado.

 

Um cidadão, de 44 anos, que estava a conduzir sob efeito de álcool provocou um acidente na estrada de acesso entre a cidade do Mindelo e a zona de São Pedro. O condutor, Fernando Vieira, seguia num Mercedes Benz, quando nas imediações da fábrica Frescomar invadiu a faixa contrária colidindo com uma viatura, onde seguia o cidadão espanhol Francisco Lamas, director do Hotel Don Paco.

Este online soube que o condutor, do Mercedes foi sujeito a um teste de alcoolemia que acusou uma taxa de 2,87 g/l de álcool no sangue. Por isso foi detido pela Brigada de Trânsito para ser presente as instâncias judiciais. Do acidente resultaram danos matérias avultados, mas apesar do estado em que as viaturas ficaram os dois condutores não sofreram ferimentos, mas foram levados para o hospital para serem sujeitas a observação médica.

O NN contactou o director do Hotel Paco, Francisco Lamas que diz que “estava a vir do aeroporto, quando nas imediações da fábrica Frescomar vi um carro que estava a invadir a minha faixa de rodagem. Para evitar um embate frontal voltei o volante para a esquerda. Mas ainda, o condutor do outro veículo embateu a parte dianteira, no lado direito da minha viatura. O choque provocou apenas danos nos dois veículos, mas fiquei com dores na região cervical e na zona lombar”. A versão do acidentado é confirmada por Felipe Nazaré, director do Hotel Porto Grande, que na altura do acidente fazia uma caminhada e que depois ajudou a conduzir os acidentados para o HBS

Tentamos contactar outro interveniente do acidente, porém não foi possível contacta-lo porque estava sob custódia das autoridades judiciais. Mas o NN sabe que este cidadão foi condenado por homicídio negligente, aquando do atropelamento de um soldado na estrada cidade -São Pedro, mas que a pena de prisão foi suspensa.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.