Robots deixarão no desemprego 800 milhões de pessoas até 2030

4/12/2017 07:52 - Modificado em 4/12/2017 07:52

Os estados mais ricos serão os mais afetados.

Um estudo levado a cabo pela McKinsey procurou apurar as consequências das alterações económicas causadas pela introdução de robots na sociedade, apontando que até 2030 resultará no desemprego de 800 milhões de pessoas.

Nota o Business Insider que as estimativas das Nações Unidas apontam para uma população mundial de 8.5 mil milhões de pessoas nesta altura, o que significa que 10% estará desempregada graças à ocupação de postos de trabalho por robots.

O mesmo estudo indica que a integração de robots não será homogénea em todo o mundo, com países mais ricos como os EUA, o Reino Unido, o Japão e a Coreia do Sul (com mais dinheiro) a serem os mais afetados por esta mudança económica. De início serão os trabalhos mais repetitivos que estarão vulneráveis, nomeadamente lavadores de pratos e cozinheiros em restaurantes

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.