CMSV faz demolição de pardieiros e casas abandonadas na ilha

1/12/2017 02:57 - Modificado em 1/12/2017 02:57
| Comentários fechados em CMSV faz demolição de pardieiros e casas abandonadas na ilha

A Câmara Municipal de São Vicente (CMSV) leva a cabo um processo para a demolição de pardieiros e de casas abandonadas que têm colocado em questão a saúde pública e a integridade da ilha. A questão dos pardieiros e de casas abandonadas tem sido um tema exposto pelo NN, tendo sido o último caso denunciado na zona de Monte Sossego.

As demolições começaram na zona de Espia com uma casa abandonada e vão ser feitas em quase todas as zonas. A edilidade pretende demolir cerca de vinte pardieiros e casas abandonadas. Os lugares estão localizados nas zonas de Espia, Fonte Filipe, Chã de Alecrim, Alto Solarino, entre outros.

A dificuldade, como retrata, tem sido contactar os donos das casas. Estes são pessoas que residem noutros países, são casas de herdeiros e a dificuldade em contactar pode ter atrasado o processo, mas o vereador avança a questão da saúde pública como importante e, neste sentido, o código de postura “legitima” a acção da edilidade.

A dificuldade da logística para fazer o trabalho leva a edilidade a recorrer a empresas privadas, mas avança da Luz que os custos serão atribuídos aos proprietários.

O tema não é novo e é costume ver casas em fase de construção a tornarem-se locais de lançamento de lixo ou retretes públicas. Mas, para o vereador, são as próprias pessoas da zona que acabam por deixar os locais nesse estado. Neste sentido, o apelo é para que a população possa evitar esses comportamentos.

Para José Carlos da Luz a aposta vai ser na questão da fiscalização para evitar que outros locais possam seguir o mesmo caminho.  

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.