Brasil : Noivo desmaia na igreja e noiva obriga padre a casá-los no hospital

27/11/2017 03:43 - Modificado em 27/11/2017 03:43
| Comentários fechados em Brasil : Noivo desmaia na igreja e noiva obriga padre a casá-los no hospital

Mulher insistiu que queria casar e não permitiu que o casamento fosse adiado. 
Uma noiva brasileira quase viu o sonho do tão ansiado casamento ir por água abaixo quando o noivo se sentiu mal e desmaiou na igreja, tendo de ser levado à pressa para o hospital. A mulher tanto infernizou o padre que este, depois de inúmeras recusas, acabou por aceitar realizar o casamento no hospital para onde o noivo tinha sido levado.

O inusitado episódio aconteceu em Maceió, capital do estado brasileiro de Alagoas, no nordeste do país. Parecia correr tudo às mil maravilhas quando, já no altar, o noivo, Regivaldo Roque, começou a sentir-se mal e, mesmo depois de se sentar, desmaiou. O padre, Calmon Malta, mandou chamar socorro e Regivaldo foi levado para o Hospital Geral do Estado, onde, depois do atendimento inicial, foi colocado a soro. Adriana, a noiva, ao ser informada de que, como o amado ia ficar horas a fio no hospital, teria de adiar o casamento, não se conformou. Ela pediu ao padre para ir com ela e com os convidados para o hospital e realizar o casamento lá, já que Regivaldo, segundo as informações dos médicos, não tinha nada de grave, só tinha passado mal por não se ter alimentado devidamente nos últimos dias.

O sacerdote negou o pedido, explicou que era contra as regras, contra os costumes, e por aí fora, mas Adriana tanto fez que o religioso, embora contrariado, cedeu. E lá foram todos, noiva, padrinhos, convidados e, claro, o padre Calmon, até ao hospital, depois de conseguida a devida autorização para a realização de um casamento na sala de urgências. E foi ali, entre pacientes, médicos e enfermeiras que nem conheciam o casal mas logo aderiram à festa que Adriana ouviu o tão sonhado “sim” de Regivaldo, enquanto este, com uma agulha no braço, continuava a receber soro.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.