Vítima mata abusador e é condenada: Celebridades apelam à sua libertação

22/11/2017 17:19 - Modificado em 22/11/2017 17:21
| Comentários fechados em Vítima mata abusador e é condenada: Celebridades apelam à sua libertação

Este caso está a indignar os americanos, e vários artistas já se mobilizaram para exigir que se faça justiça em relação à jovem que foi condenada por matar o homem que a manteve refém como escrava sexual.

Cyntoia Brown foi traficada e vendida a Johnny Allen, um homem de 43 anos, depois de ser abusada, e drogada, por um aliciador.

A violência pela qual passou obrigou a jovem americana a pegar numa das armas de Allen e atirar contra ele para poder fugir.

O julgamento em 2004 não considerou o histórico, e resultou na condenação por roubo e prostituição, mas voltou ao debate público nesta semana com apelos de vários internautas e famosos pela libertação imediata de Cyntoia.

Kim Kardashian, Rihanna ou Cara Delevigne foram algumas das celebridades que se mobilizaram e pediram a liberdade da americana, hoje com 29 anos, presa há mais de 13.

Apesar da idade, ela foi julgada como se fosse uma adulta, como contam a “Fox 17” e o “Daily Mail”. O sistema judicial americano prevê que Cyntoia tem direito a pedir liberdade condicional, mas apenas após 51 anos de prisão efectiva.

Durante o julgamento, a jovem contou que foi agredida, sufocada, e teve armas apontadas à cabeça no cativeiro.

Os promotores avaliaram na altura que a causa do assassinato foi roubo, porque a acusada fugiu com uma carteira e uma arma da cena do crime.

A hashtag #FreeCyntoiaBrown (Libertem Cyntoia Brown) viralizou nas últimas horas, e despertou uma série de críticas sobre o sistema de justiça americano.

Kim Kardashian revelou que já deu ordem aos seus advogados para encontrarem saídas legais para a libertação de Cyntoia.

Rihanna disse há “algo de terrivelmente errado com o sistema”, e apela também à libertação.

“Nós mudamos a definição de justiça pelo caminho?? Algo está terrivelmente errado quando o sistema deixa passarem estes violadores, e a vítima é presa para a vida! A todos vocês responsáveis pela sentença desta jovem, eu peço a Deus que não tenham filhos, porque esta poderia ser a sua filha punida por já ter sido punida”.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.