Bicicletas e motos apreendidas lotam quintal da Esquadra do Mindelo

22/11/2017 02:03 - Modificado em 22/11/2017 11:03

O número de bicicletas e de motorizadas apreendidas no local supera o de veículos e lotam o quintal da Esquadra do Comando Regional de São Vicente. Apesar do espaço para as abrigar, tomam muito espaço que poderia servir para outra coisa.

São diversas as bicicletas e as motos “espalhadas” pelo local e que foram apreendidas em acções de combate a furtos ou por falta de documentos ou ainda apreendidas a jovens que praticavam gincana na via pública ou por outra infracção cometida.

No entanto, quando são apreendidos, os donos são avisados que podem passar na Esquadra e levantar o veículo, mediante uma coima pré-estabelecida.

Ao serem recolhidas pelos agentes da polícia e levadas para o pátio do Comando do Mindelo, os proprietários das bicicletas e motos não as vão buscar, não as procuraram e, com isso, elas ficam abandonadas e amontoadas dentro da unidade policial.

O Comandante Regional Alírio Silva contou ao Notícias do Norte que pelas informações que possui, diversas bicicletas estão apreendidas há vários anos, ao passo que inúmeras estão na unidade policial há apenas um mês. “Parece um museu ou um ferro-velho. Porque algumas estão a criar ferrugem e a dar uma má imagem ao quintal, apesar de estarem organizadas num canto. O problema é que algumas se transformaram em sucatas e estão-se a deteriorar”, observou.

Estão expostas diariamente ao sol e à chuva, quando esta vem. Algumas encontram-se em bom estado de conservação, faltando apenas reparos e peças para circular pelas ruas da cidade, como guião, pneus, aro e correntes. Por outro lado, as que viraram sucata podem ter as peças reaproveitadas.

Normalmente, a medida encontrada foi organizar leilões de tempos em tempos, com a intenção de diminuir o número de bicicletas e de motos de vários modelos e estilos. Um leilão com o que já ali está há vários anos, é uma forma para lhes dar uma oportunidade de serem reaproveitadas para quem tiver interesse e não consegue comprar uma bicicleta nova. Representa uma oportunidade de transformar as sucatas em objectos utilitários para as empresas e destinar as bicicletas em boas condições de uso.

“A melhor alternativa encontrada é fazer esse leilão para utilizar essas bicicletas que se estão a perder aqui”.

  1. Letcha Vieira

    “A melhor alternativa encontrada é fazer esse leilão para utilizar essas bicicletas que se estão a perder aqui”.
    A minha pergunta é por que motivo nao se pōe em practici a melhor alternativa?

  2. ANTERO AUGUSTO

    Boa medida da Policia em S. Vicente. Aqui na Praia nao se ve isso. Bicicleta e motos a circularem nesta cidade da Praia, mormente a noite sem as mininas condiçoes de segurança, e mesmo em frente do Comando Regional, da Esquadra BAC/BIC na ASA ja é uma vergonha.
    Na ASA,entao ja é uma vergonha, a qualquer hora da noite os homens da moto e os rapazinhos de bicicletas nao deixam as pessoas que querem descansarem suas casas em paz.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.