Alunos que sofreram “crise” em Jorge Barbosa ficam em casa a receber apoio psicológico

18/11/2017 12:44 - Modificado em 18/11/2017 13:02

Além de diversas outras medidas, a direção da Escola Secundaria juntamente com a Delegação da Educação de São Vicente, decidiram manter em casa, as estudantes “vitimas” das crises de desmaios, gritos e “histeria, a receberem apoio psicológico. Uma medida que segundo, Maria Helena Andrade, não estão a abandonar as alunas, mas sim uma forma de recuperação.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.