ESJB: Foram precisas nove pessoas para dominar um aluno “descontrolado “

17/11/2017 08:50 - Modificado em 17/11/2017 08:50

O professor Amadeu Rocha ainda não tem explicações para o que aconteceu na quarta – feira na sua aula. Diz que um aluno “ do nada deitou-se no chão” e foram precisas nove pessoas para o controlar. E cada um acabou por fazer o que sabia para o dominar: bofetadas, água, rezas.

  1. Maria do Rosario

    No meu tempo de ciclo preparatório e de Liceu Ludjero Lima, mais precisamente nos anos 80 e 90, nunca aconteceu tais “desmaios” inexplicáveis.
    Será que os jovens por se iniciarem na vida sexual e no álcool, em que que no dia de haloween virou moda deslocarem ao cemitério e imitar certas práticas de bruxaria, ou usarem as redes sociais para estes fins, estão criando problemas sem necessidade.
    Solicito a Direção da Escola para internar estes alunos no Hospital Baptista de Sousa para serem acompanhados de um serviço de Psicologia, pois os alunos e a comunidade não podem estar a dar ao luixo de perder muitos dias de aulas.

  2. Letcha Vieira

    Nove pessoas para neutralizar um aluno. Pode ser que estas nove pessoas são semi-invalidas pois caso contrário a Polícia National deve contratar este aluno visto simplesmente tratar-se um milagre da natureza. Aliás milagres não são estranhas a este Liceu. Espero apenas que as professoras também, por uma questão de solidariedade, não venham a imitar esses alunos no que respeita a desmaios.

  3. Jacinda Pires

    Quando o inexplicável acontece, o ser humano começa a tentar racionalizar a situação. Isso não é nada de novo para os cristãos. Nas igrejas acontece isso com frequência e as pessoas são libertas pela oração dos filhos de Deus no nome de Jesus. O contato com espíritos, seja através de jogos, mesas espíritas, cartomantes, etc é proibido por Deus. Quem o faz traz consequência para si e para quem não tem Jesus dentro. Vão buscar a Deus enquanto se pode achar! Chamem pastores e irmãos cristãos para orarem nessa escola!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.