Rússia: Canibal arranca nariz e orelhas de mulher que conheceu na Internet

9/11/2017 01:26 - Modificado em 9/11/2017 01:26
| Comentários fechados em Rússia: Canibal arranca nariz e orelhas de mulher que conheceu na Internet

Tortura durou mais de quatro horas, após a vítima ter sido atraída para um encontro romântico. 

Anatoliy Ezhkov, um canibal russo, foi detido depois de ter deixado uma mulher que conheceu na Internet e com quem marcou um encontro amoroso, completamente desfigurada. O homem mordeu violentamente as orelhas, o nariz e as pontas dos dedos da mulher, provocando-lhe graves ferimentos.

Tudo começou quando Anatoliy, de 45 anos, convidou Irina Gonchar, uma enfermeira de 41 anos, para passar a noite consigo num albergue em Kurgan, no centro da Rússia, a fim de terem um encontro romântico.

O caso teve lugar no passado dia 21 de outubro. De acordo com os meios de comunicação locais, o homem terá embriagado a mulher com álcool para depois a amarrar com uma corda e trincar violentamente o seu nariz, orelhas e dedos. Anatoliy ainda tentou estrangular Irina, mas sem sucesso.

O tormento, que durou cerca de quatro horas, terminou quando alguns vizinhos ouviram os gritos desesperados da mulher e decidiram resgatá-la. A enfermeira foi levada para o hospital com feridas graves no corpo e ainda com uma fratura de costela. “Ele torturou-a durante quatro horas, rasgou o corpo dela com os dentes, logo, tentou matá-la.

Ainda a tentou estrangular mas não conseguiu porque tinha as mãos escorregadias do sangue”, revelou uma fonte familiar da vítima ao jornal Daily Mail.  Apesar de ter sido detido pelo incidente, AnatoliyEzhkov acabou por sair em liberdade após o pagamento de uma fiança, o que está a gerar revolta perante a justiça russa.

Fonte: cmjornal.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.