Jovem que aparece num vídeo a fazer sexo foi chantageada pelo homem que a filmou 

8/11/2017 01:10 - Modificado em 8/11/2017 01:10
| Comentários fechados em Jovem que aparece num vídeo a fazer sexo foi chantageada pelo homem que a filmou 

F…. vamos chamá-la assim para respeitar um fundamentado pedido de anonimato, procurou o NN para dizer que apresentou queixa na PJ contra o homem que a filmou enquanto faziam sexo e depois colocou o vídeo na Rede.

F…. diz que o vídeo onde aparece a fazer sexo foi filmado sem a sua autorização há quatro anos por um ex-namorado. “Lembro-me que na altura lhe disse para não fazer fotos. Ele disse-me que não estava a fotografar. Mas acabou por filmar”. Quatro anos depois, F… é surpreendida pelas imagens na rede. “Uma amiga ligou-me e depois mandou-me o vídeo.Senti o mundo desabar-me em cima, não sabia da existência das imagens”.

Afirma que procurou o ex-namorado e confrontou-o com o vídeo que só podia ter sido feito por ele. “Assumiu que foi ele quem fez o vídeo, mas ameaçou-me de enviar essas e outras imagens que desconheço para o meu namorado e para os seus familiares”. F… na posse das mensagens que trocou com o ex-namorado com as ameaças, dirigiu-se à PJ e apresentou queixa.

O caso já seguiu para o MP que também pode acusar as pessoas que divulgaram o vídeo de chantagem. F… quer que seja feita justiça. “Eu não cometi nenhum crime. Há coisas que são feitas na intimidade e devem ficar por lá. Estava num momento íntimo com essa pessoa. Algo que queríamos. Não sabia que ele tinha filmado”.

No entanto, F… considera que, apesar “do vendaval que se abateu sobre a minha vida”, o pior pode estar por vir. Isto porque está numa relação há dois anos e ainda não teve a coragem de contar ao companheiro. Tem medo que ele saiba por outras pessoas e que um dia chegue a casa com o vídeo que “parece que toda a gente tem”. A minha privacidade foi invadida e não sei como será a minha vida agora e não sei como encarar o meu atual namorado apesar de, na altura em que o vídeo foi gravado, não estávamos juntos. Mas terá repercussão na minha vida. Quero ter a oportunidade de contar o sucedido. Quero arranjar coragem e contar sobre o sucedido, porque depois de ter apresentado queixa na PJ o caso vai seguir para o tribunal e acabará por ser público”.

Por este e outros motivos F…. defende que “quem postou as imagens é o grande culpado independentemente de ter tido autorização ou não para gravar. Devem ser criadas leis mais duras para combater estes crimes, porque senão vai continuar a acontecer”.

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.