Director geral das pescas: A captura de “pepinos do mar “ está proibida

23/10/2012 00:39 - Modificado em 23/10/2012 00:39

O director geral das pescas disse ao NN que lamenta a morte do pescador / mergulhador que perdeu a vida na sequência de um mergulho para apanhar o molusco conhecido por “ pepino do mar”.

 

Mas, acrescenta que a Direcção Geral das Pescas , assim que soube dessa prática entrou em contacto com as pessoas envolvidas alertando para os perigos desse género de pesca. A DGP proibiu essa actividade ,porque a forma como estava a ser feita não oferecia condições de segurança para os envolvidos.

Por outro lado a DGP alegou que precisava de regulamentar a pesca do pepino do mar. O Director geral diz que “ se ficar demonstrando que a apanha do pepino do mar é uma oportunidade de negócio, vamos regulamentar e criar condições para que os pescadores possam exercer essa actividade com segurança “.

Garante que a DGP está a trabalhar para encontrar as melhores as soluções. Mas, até lá pede aos pescadores que acatem a proibição.

  1. Sandro Rocha

    O Sr Director Geral deveria demitir-se por ocultar a verdade dos factos. Sabe que por dia são retirados do mar entre 500 a 1000 kg de pepinos do mar a vista de todos, não é uma actividade clandestina, e o Sr. reuniu com os pescadores dois dias depois de ter dito na RTC que a pesca de pepino do mar estava proibido. Autorizou a pesca com a sua atitude paternalista! Não fez nem nunca vai fazer nada porque nesta terra o que interessa aos senhores são os tachos e que se lixe os outros. R.I.P Evaristo

  2. silvio spinola

    Sendo a nossa riqueza principal o mar e a vida marinha, A outra riqueza é o solo e elementos adjacentes, leis que incriminem ilicitudes deveriam ser implacáveis sobre prevaricadores. Fomos espoliados de tudo, a nossa vida e a pátria durante 5 séculos e tal, ser passivo contemporâneo, é ter cano d’ arma apontado à nossa cabeça.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.