Através de perfis no Facebook pode escolher companheiros de voo

17/04/2012 21:44 - Modificado em 17/04/2012 21:44
| Comentários fechados em Através de perfis no Facebook pode escolher companheiros de voo

A companhia aérea holandesa KLM pôs em marcha um programa que dá pelo nome de Meet and Seat que permite aos passageiros partilharem detalhes dos seus perfis no Facebook ou LinkedIn e usar informações de outros passageiros que tenham feito o mesmo para escolherem os seus companheiros de viagem mais adequados.

Este serviço da KLM – para quem queira usufruir dele – só está disponível para os passageiros com reservas confirmadas. Depois de seleccionarem a quantidade de informação pessoal que querem partilhar, é apresentado aos passageiros o gráfico dos assentos que mostram onde é que estão sentadas outras pessoas que tenham igualmente partilhado informações dos seus perfis nas redes sociais, indica o “The New York Times”.

O passo seguinte permite ao passageiro reservar um assento contíguo a alguém que lhe parece interessante pelos seus gostos e actividades que partilha nas redes sociais. Feita a reserva, essa pessoa receberá uma mensagem com os detalhes do perfil da pessoa que escolheu sentar-se a seu lado. E isso pode ser o início de uma amizade forjada nos ares.

Apesar de não ser possível recusar ficar sentado ao lado de uma pessoa que tenha escolhido sentar-se ao nosso lado, é possível seleccionar outro assento até dois dias antes do voo.

“Durante pelo menos dez anos estudámos o fenómeno dos encontros casuais e se seria possível aumentar as possibilidades de se conhecer alguém interessante a bordo, mas não dispúnhamos da tecnologia” adequada, disse Erik Varwijk, o responsável pelo departamento de passageiros da KLM.

Agora que o Facebook tem quase 850 milhões de utilizadores activos (dados de Dezembro de 2011) em todo o mundo, a KLM e outras companhias aéreas estão certas que muitos deles estarão dispostos a partilhar os seus perfis em troca da oportunidade de conhecerem alguém com interesses comuns e que se dirija ao mesmo destino.

Os analistas admitem que estes “assentos sociais” poderão atrair homens de negócios e congressistas que se dirijam a uma feira ou a um evento internacional.

Mas estas situações também poderão trazer embaraços e desconfortos: “Pobre investidor que tenha o azar de se sentar ao lado de um tipo que acabou de criar uma empresa para a qual precisa de financiamento”, comentou o conhecido jornalista, blogger e especialista em media Jeff Jarvis.

Varwijk alertou, porém, que a sua companhia aérea ainda não começou a promover activamente o programa de eleição de assentos que só funcionará, inicialmente, nos voos entre Amesterdão e Nova Iorque e entre São Francisco e São Paulo.

Até ao momento só participaram cerca de 200 passageiros nesta iniciativa mas, a menos que surjam problemas graves, a KLM espera ampliar este serviço a todos os seus voos intercontinentais já esta Primavera.

No ano passado a Malaysia Airlines também já tinha apresentado a aplicação MHBuddy, que permite aos utilizadores que reservem e paguem as suas viagens através da página do Facebook ver se algum dos seus amigos da mesma rede estará no mesmo voo ou na cidade de destino. A plataforma, que afirma ter 3000 utilizadores activos a cada mês, permite também aos que já são amigos seleccionarem assentos contíguos.

Mas há também a tendência oposta: algumas companhias aéreas estão a atender os pedidos dos passageiros que querem precisamente o oposto – não confraternizar. Por taxas que vão dos 4,5 aos 45 euros, a Air New Zealand, a AirAsia X e a Vueling permitem aos seus passageiros viajar sem ninguém ao lado, se tal for possível. Se o voo acabar por ficar cheio, o dinheiro do pagamento da taxa será devolvido.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.