Imagem de Messi usada pelo Estado Islâmico em campanha de ameaça contra o Mundial 2018

26/10/2017 01:22 - Modificado em 26/10/2017 01:22
| Comentários fechados em Imagem de Messi usada pelo Estado Islâmico em campanha de ameaça contra o Mundial 2018

O Estado Islâmico está a usar a imagem de Messi numa campanha de ameaça contra o Mundial 2018 que se realiza na Rússia. Os cartazes da propaganda terrorista foram divulgados esta terça-feira na Wafa Media Foundation, uma plataforma jihadista.

No cartaz, o jogador aparece atrás das grades, como um preso, com o olho esquerdo a sangrar e, numa legenda em inglês, pode ler-se: “Vocês estão a lutar contra um Estado que não tem a palavra fracasso no seu dicionário”.

Esta não é a primeira vez que os jihadistas ameaçam a competição usando imagens de terror e apelando ao medo. Esta ameaça surge depois de, na semana passada, ter sido publicada uma outra com o símbolo do Mundial de Futebol e um homem de máscara, juntamente com a inscrição “Esperem por nós”.

O SITE Intel Group, organização especializada na monitorização das acções jihadistas na internet, tem detectado e divulgando os cartazes desta campanha de ameaças de atentados contra o Mundial 2018, à qual pertence o cartaz com a cara de Messi.

O Mundial da Rússia vai ser disputado em 11 cidades do país de 14 de Junho a 15 de Julho. A final está marcada em Moscovo.

A Rússia é a principal aliada do governo sírio no combate ao Estado Islâmico e tem participado nos ataques ao grupo no país, actuando juntamente com a aliança internacional liderada pelos EUA.

O Estado Islâmico tem perdido territórios na Síria e no Iraque, tendo os ataques russos destruído mais de 900 campos dos extremistas na Síria e boa parte do seu armamento pesado.

Fonte: https://www.rtp.pt

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.