PAICV pede ao Governo para honrar os compromissos com a FRESCOMAR

20/10/2017 00:52 - Modificado em 20/10/2017 00:52

O PAICV, São Vicente acusou hoje o Estado, de colocar em perigo o investimento feito no Complexo de Pesca de Cova Inglesa (CPCI), no Mindelo, ao não honrar compromissos com a empresa concessionária, a Frescomar. Por outro lado acusa a Frescomar de arbitrariedade, indicando que a empresa conserveira não pode deixar de prestar um serviço público

A conserveira Frescomar recusou-se recentemente a receber produtos de pesca dos armadores de São Vicente, facto denunciado na quarta-feira pelo presidente da Associação de Armadores de Pesca (Apesc), João Lima.

Em conferência de imprensa, Alcides Graça, presidente da Comissão Regional de São Vicente do PAICV, apelou ao Governo para a resolução do problema, que passa por honrar o compromisso com a Frescomar, pagando o valor em dívida, segundo estipula o contrato de concessão, celebrado há mais de dez anos.

.

O responsável do PAICV pede ao Governo que resolva o problema pela via do diálogo, de modo a garantir a preservação de postos de trabalho e a tranquilidade dos armadores de pesca.

 

  1. Belita

    Este PAICV é interessante…so lhes interessou ouvir a Frescomar? Aqui tem gato…então não ouviram a Enapor e vem acusar sem ouvir a outra parte????? assim fica facil fazer politica nesta terra. É por isso que não convencem sobretudo em Sao Vicente.

  2. Mindelense

    O Sr. do PAICV deveria vender só a sua parte de Sao Vicente. Deixem-nos em paz seu parasita-

  3. Jorge

    Digníssimo representante, esse senhor do PAICV, Alcides Graça, cujos interesses da ilha de S.Vicente são e foram sempre mal defendidos junto do poder central, passo a ironia.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.