Paulo Rocha garante que a questão da reinserção social não tem sido tratada da melhor forma

18/10/2017 00:12 - Modificado em 18/10/2017 00:12
| Comentários fechados em Paulo Rocha garante que a questão da reinserção social não tem sido tratada da melhor forma

A questão da reincidência em Cabo Verde é uma questão não tratada de forma adequada ao longo dos anos e que pesa bastante na questão da percepção da segurança. Quem o diz é o Ministro da Segurança Interna.

Paulo Rocha diz que de Janeiro a Julho deste ano saíram da cadeia de São Martinho cerca de 200 indivíduos, por terem cumprido as suas penas, em liberdade condicional ou outro factor. No entanto, o que interessa é que foram postos em liberdade e muita boa parte está de volta à prisão por ter voltado a cometer crimes, afirma à RCV

“De certa forma, notamos um cometimento de crimes há algum tempo o que chamou a atenção, com indivíduos que já saíram e voltaram para o sistema prisional”, salienta este executivo.

Sendo assim, é caso para pensar em programas de reinserção que dêem uma nova oportunidade aos regressos do sistema penitenciário e reduzam o risco para que voltem a praticar delitos.

“Recuperação, readaptação, reinserção, reeducação social, são aspectos que dizem respeito ao conjunto de atributos que permitem ao indivíduo tornar-se útil a si mesmo, à sua família e à sociedade”.

A reinserção social tem como objectivo a humanização da passagem do preso na instituição carcerária, procura dar uma orientação humanista colocando a pessoa que delinquiu como centro da reflexão científica.

“A reinserção social dentro de uma cadeia não funciona e quando saímos de lá não nos é dado qualquer apoio”. Quem o diz é um ex-recluso que já passou pelo estabelecimento prisional.

Por outro lado, o relatório do Ministério Público garante que a taxa de criminalidade baixou de 11% porcento em relação às ocorrências registadas no passado ano judicial. Nos casos de homicídio, de Janeiro a Outubro, baixaram de 40%, um número bastante substancial, assegura.

Isso reflecte, segundo Paulo Rocha, um melhor patrulhamento, um conjunto de medidas, questões como o consumo moderado do álcool, melhor trabalho conjunto entre as forças de segurança, adianta o Ministro.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.