Incêndios: Sobe para 13 número de mortos na Califórnia, 200 desaparecidos

11/10/2017 07:11 - Modificado em 11/10/2017 07:11

Os incêndios no Estado da Califórnia já provocaram pelo menos 13 mortos, segundo o balanço mais recente divulgado pelas autoridades, que referem que existem cerca de 200 pessoas desaparecidas.

Os incêndios já destruíram mais de 2.000 casas, estabelecimentos comerciais e outras estruturas no norte do Estado.

 As autoridades anunciaram que, para além dos 13 mortos, pelo menos 100 pessoas ficaram feridas, sendo esperado que os números venham a aumentar à medida que chegam mais informações das zonas afetadas pelas chamas.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, já deixou a garantia de que “vai lá estar” para ajudar as pessoas da Califórnia.

O chefe do Departamento das Florestas e Proteção Contra os Incêndios, Ken Pimlott, disse que existiam 16 incêndios a lavrar em toda a zona e que cerca de 4.000 pessoas estão envolvidas no combate às chamas.

Centenas de bombeiros e policias de outras regiões deslocaram-se para a Califórnia para reforçar a luta contra o fogo, com as autoridades a referirem que esperam que as temperaturas mais baixas e os ventos mais fracos ajudem a travar os incêndios.

“O tempo está a nosso favor, mas isso não significa que se vai manter assim”, explicou Brad Alexander, porta-voz do Gabinete dos Serviços de Emergência do governador.

A porta-voz do condado de Sonoma, Maggie Fleming, explicou que existem relatos de cerca de 200 pessoas desaparecidas, mas que acredita que a maioria possa estar em segurança e apenas não consiga contactar os seus familiares, uma vez que a rede de telecomunicações foi afetada pelas chamas.

Comente a notícia

Obrigatório

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.