Jovens cabo-verdianos recebem formação de facilitadores de grupos de auto-ajuda no Brasil

10/10/2017 02:22 - Modificado em 10/10/2017 02:22
| Comentários fechados em Jovens cabo-verdianos recebem formação de facilitadores de grupos de auto-ajuda no Brasil

O objectivo é capacitá-los para serem facilitadores de grupos de auto-ajuda para dependentes de álcool e outras drogas na Fazenda Esperança que está a nascer na localidade de João Varela, Santiago.

A formação acontece de 11 a 16 de Outubro em Manaus, Brasil, no âmbito do Projecto da FAZENDA ESPERANÇA, a maior obra da América Latina desenvolvendo a actividade de tratamento e recuperação de dependentes do álcool e outras drogas.

Fazenda Esperança é uma experiência consagrada e reconhecida em muitos países. Os quatro jovens deverão beber da experiência e, assim, poder aplicar os conhecimentos em Cabo Verde através do Grupo Esperança Viva, GEV. A inauguração da Fazenda Esperança de Cabo Verde está prevista ainda para 2017.

Há seis meses que pessoas de diferentes bairros da cidade da Praia se encontram semanalmente na Capela de Santa Terezinha, em Safende, um dos primeiros bairros onde iniciou o tráfico de droga e que hoje trabalha na tentativa de trazer valores e respostas concretas no combate ao consumo do álcool e de outras drogas.

O GEV não é apenas uma resposta aos problemas da dependência química, é uma espiritualidade concreta para animar a vida de todos os que querem, de algum modo, ser filhos da Esperança.

Em conferência de imprensa, o Presidente da Associação Cabo-verdiana de Prevenção do Alcoolismo, Orlando de Borja, um dos promotores desta iniciativa, explicou que a formação desses jovens, na maioria residentes na zona de Safende, constitui uma esperança para as famílias e para os jovens.

O trabalho realizado pela Fazenda Esperança baseia-se essencialmente no tripé “convivência em família, trabalho como processo pedagógico e espiritualidade para se encontrar um sentido de vida”.

O tratamento, a recuperação e a reinserção de dependentes do álcool e outras drogas é, segundo Orlando Borges, “uma das maiores” necessidades e desafios de Cabo Verde.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.