Trabalhadores da RTC ” chumbam” os boys de JMN para o job no CA

20/10/2012 00:00 - Modificado em 20/10/2012 02:30

Os trabalhadores da RTC chumbaram os nomes dos boys que o Primeiro-ministro escolheu para o job no Conselho de Administração da empresa publica de rádio e televisão . No Mindelo os nomes dos boys foram recebidos com incredulidade, em particular o de Eugénio Martins,ex Director-geral da Comunicação Social que é “persona non grata” em São Vicente devido as trapalhadas no encerramento da TVP. E na TCV lembram-se dele a dizer que assim que chegasse a Praia ia enviar três mil contos para a Delegação produzir programas e depois ” nem fumê nem mandôd”. O colectivo dos trabalhadores da RTC emitiu o seguinte comunicado que transcrevemos na integra.

 

“Ao tomar conhecimento da indigitação do novo Conselho de Administração, o colectivo dos trabalhadores da RTC estranha, num momento de crise que a empresa atravessa, a nomeação de sujeitos que exercem cargos politicos para gerir uma empresa com responsabilidades de informar com isenção e imparcialidade.

 

Os trabalhadores da RTC entendem que já é altura do Governo nomear para a RTC um Conselho de Administração com elevada competência técnica e não preveligiar a confiança política.

 

Por isso, o colectivo dos trabalhadores insurge-se contra a nomeação tanto do deputado Emanuel Moreira, como de Eugénio Martins.

 

Neste último, o colectivo não reconhece o perfil adequado para desempenhar as funções de administrador da empresa de Rádio e Televisão Cabo-verdiana.

 

Os trabalhadores sentem-se defraudados com a escolha da pessoa em causa, uma vez que o Presidente da Mesa da Assembleia-geral da RTC, afirmou sexta-feira a noite, publicamente, que um dos administradores seria um técnico da comunicação social, conhecedor da área e da casa.

 

O colectivo entende que Eugénio Martins, enquanto Director-geral da Comunicação Social, não esteve à altura dos desafios do sector.

 

Por isso, o colectivo apela que reconsidere a escolha feita, pois defende que é chegado o momento de se apostar em critérios como mérito e competência na nomeação dos gestores da maior empresa de comunicação social do país.”

  1. NN

    Trabalhadores da TCV porquê só 2 dias de greve. Porque não 20 anos, assim livrariamos das vossas caras na TV para sempre. Vocês não prestam. Onde é q foram formados como jornalistas? Até da pena.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.