Médicos detidos por desobediência judicial: Colegas manifestam-se à porta do Tribunal exigindo respeito

2/10/2017 15:08 - Modificado em 2/10/2017 16:14

Médicos do Hospital Baptista de Sousa, em São Vicente,  manifestaram-se esta segunda-feira, na  porta do Tribunal de São Vicente exigindo respeito pela classe. Tudo isso devido a detenção de três médicos por ordem do Juiz Antero Tavares.
Os três médicos, a diretora clínica, Jamira Ramos, o psiquiatra, Aristides da Luz, e a clínica, Suzete Ramos foram detidos por desobediência a uma ordem judicial.
Revoltados com a situação, médicos de cartazes em punho deslocaram a porta do Tribunal onde protestaram descontentamento e exigiram respeito pela classe médica.

  1. Fortunato Mendes

    Sinal de que já se começa perceber e responsabilizar os Médicos pelas negligencias e falta de profissionalismo ,causando complicações a saude dos pacientes e consequentemente obitos no País. E, descaradamente ,são defendidos pela Direcção de Hospital.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.