Irmãs Repadoras e o trabalho social com prostituas em São Vicente

2/10/2017 02:57 - Modificado em 2/10/2017 15:23

As Irmãs Reparadoras estão a desenvolver um trabalho meritório na Ilha de São Vicente. Trabalhar com as mulheres  em situação de prostituição. Já atenderam cento e trinta mulheres e estão a acompanhar de forma sistemática, cerca de cinquenta.

Este projecto está  em andamento desde Março de 2016, só funciona em São Vicente, mas conforme apurou Noticias do Norte, tão cedo quanto possível, vai-se expandir à outras ilhas.

A organização e seus membros estão   na Rua e nos bares diariamente a criar uma relação de confiança com as vitimas. Tem garantido às vitimas, no âmbito de protocolos, atendimento social e jurídico e algumas mulheres nessa situação já foram encaminhadas para o Centro de Saúde de Bela Vista, ao mesmo tempo que se tem apostado em sessões de informação para quem esteja nesta fase de vulnerabilidade.
Basicamente as Irmãs Reparadoras, propõem que as mulheres que agora estão na Prostituição ou em risco de se prostituírem,  tenham a consciência do mal e, percebendo-se, que criem um projecto de vida mais de acordo com a dignidade humana.

Esta de resto, uma obra que está  em perfeita comunhão com a carta que o Bispo de Mindelo escreveu esta semana  para todas as paróquias da Diocese de Mindelo, seus párocos, vigários paroquiais, diáconos, religiosos e demais fiéis, no  inicio do ano Pastoral.

Nas suas escrituras,   Dom Ildo,   atual e pertinente,  diz  ao povo das ilhas  que “as sombras que pairam sobre a nossa sociedade, coma a ausência de valores humanos, o vazio existencial, a hesitação em traçar rumos, a desorientação de caminhos, a insegurança e desconfiança sociais, não devem paralisar os discípulos de Cristo,  nem convertê-los em meros e estéreis observadores que, quando não passam de lado, detêm-se a forjar criticas e lamentos para consolo do seu ego”.

O Trabalho das Irmãs Adoradoras, de acordo com Maria Marinho da congregação, está  focado em devolver a dignidade às mulheres vulneráveis assim como fez Jesus Cristo há aproximadamente 2017 anos !

 

  1. Boiss de Soncent

    Minha gente sao irmãs adoradoras e não reparadoras

  2. Não se trata das Irmãs Reparadoras, mas sim, ADORADORAS.

  3. sampadjudo

    Minha gente com tanta problema que essas senhoras religiosas tem na qual devia-mos aplaudir e encorajar, entretantanto assobiamos para o lado e vamos pausar num detalhe:Reparadoras…ou Adoradoras que hipocrasia!

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.