Desabafo de um vigilante que apela por respeito e consideração pelo seu trabalho

28/09/2017 03:09 - Modificado em 28/09/2017 03:09

Cansado e revoltado com a situação em que vivem os vigilantes, Elísio da Luz Carlos postou um desabafo na sua página do Facebook na esperança de serem ouvidos pelas autoridades competentes.

Pessoal, espero que estejam todos bem e com as vossas famílias! Estou aqui para… falar, abrir e também pedir! Sabem, chega aquele dia em que você pára para pensar e, das contas que a vida tem, há coisas que sentimos e que não conseguimos explicar.

É com muita tristeza que eu digo… nós, os vigilantes, não somos vistos como pessoas que têm e merecem o devido respeito! As pessoas, às vezes, ignoram a nossa presença e tornam-nos invisíveis ao seu olhar!

Não estou aqui para criticar ninguém e muito menos exigir alguma coisa de “vocês” porque cada ser humano é livre de pensar e de agir de modo que a sua constituição é feita! O mundo está confuso por todos e não estamos a dar o valor a quem o tem.

Esses vigilantes que você não vê, têm família, sabe… se a sua presença não lhe interessa… interessa à sua família porque a deixou em casa sem nenhuma protecção para protegê-lo a si e aos demais que dão mais valor que ao próprio.

Esses vigilantes que você chama de “guarda” têm, atrás da farda a própria “vida”. Nós sabemos que o que nos move é o pensamento positivo e a fé em Deus de um dia ser melhor que o outro… com fome ou não, com sol ou não, com chuva ou não, quem o protege somos nós.

Se “vocês” um dia chegarem nalgum lugar e encontrarem um vigilante em serviço, não tenham o receio de o cumprimentarem… uma boa tarde ou uma boa noite vão fazer muita diferença, porque nós somos seres humanos, somos seres inigualáveis com o amor ao próximo.

A questão é quem vai dar o primeiro passo. Vai… força, estamos sempre aqui para receber e dar o melhor que o ser humano tem para dar. Quem faz a segurança somos nós e vocês; é assim que vamos construir um mundo seguro e com dignidade. Ajuda a ser ajudado e, ajudando-nos uns aos outros, vamos todos acabando por ser ajudados!!!!!

 

 

  1. Lavy

    A mentalidade das pessoas devem mudar, e mais….quem de direito deve fazer com que os direitos dos vigilantes se façam cumprir(melhor salario, condições de trabalho, a propia segurança de quem faz segurança).

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2017: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.