“Jota Jota” lança livro “A Nova Geração do Futebol Cabo-Verdiano Vol. 1”

20/09/2017 02:04 - Modificado em 20/09/2017 02:04
| Comentários fechados em  “Jota Jota” lança livro “A Nova Geração do Futebol Cabo-Verdiano Vol. 1”

O escritor desportivo cabo-verdiano, William Vieira, conhecido por “Jota Jota”, de 26 anos, vai lançar na Cidade da Praia, no dia 22 deste mês, a sua primeira obra nesta vertente que tem como título “A Nova Geração do Futebol Cabo-Verdiano Vol. 1” e, ao NN, fala um pouco sobre este primeiro projecto.

Formado em Relações Comerciais Internacionais e mestrado em Direcção e Gestão do Desporto pela Universidade de Évora, William Vieira também ele fundador da página do Facebook “Séka Peli Info”, diz que este livro retrata a nova geração do futebol cabo-verdiano e na diáspora, potencialmente com fortes possibilidades de estar inserido na Selecção Nacional ou noutras selecções, devido à origem ou à dupla nacionalidade.

“Jota Jota” que já trabalhou na Direcção Geral dos Desportos de 2014 a 2015, aponta que em 2014 havia um projecto designado JAD (Jovem Atleta na Diáspora) coordenado pelo Governo, no sentido de fazer a “detenção e prospecção” de jovens talentos na diáspora que, no entanto, caiu por terra devido à mudança governamental. Para o jovem escritor cabo-verdiano, é necessário dar o “pontapé de saída” e, sobretudo, ter pessoas activas no terreno em países de acolhimento de imigrantes cabo-verdianos no sentido de “primeiramente, incentivar a representar a Selecção Nacional, mostrar ao atleta que ele é importante para o desenvolvimento do país, depois aceitar e facultar o mais rapidamente possível, o passaporte nacional”.

O escritor afiança que um dos pontos centrais do livro é o investimento na formação de base e, por isso, defende que não adianta ter jovens talentos e não ter escalões de base, apontando casos de grandes nações mundiais como Portugal que se desenvolvem devido à aposta nas selecções de base e que fornecem à Selecção A grandes talentos mas que, para isso, temos de ter uma boa organização, com uma Federação organizada e profissional a “full time”.

De acordo com William Vieira, o livro aborda o caso de São Vicente como sendo a principal referência no que toca à exportação de jovens talentos para o exterior e que estão a dar “créditos” no futebol europeu, citando os casos de Kevin Oliveira, Thierry Graça, Ivan Cruz, Pecks, Kenny Santos e Erin Pereira. Referindo ainda que Santiago, São Vicente, Roterdão e Lisboa são os principais “celeiros” de jovens talentos cabo-verdianos no futebol.

O lançamento da obra de William Vieira está programado para as 18 horas do dia 22 de Setembro, sexta-feira, no auditório da sede da Federação Cabo-verdiana de Futebol e, vai ser apresentado pelo ex-Presidente da FCF, Mário Semedo.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.