Ângelo Fernandes:  tenta levar Vila Nova FC à primeira divisão de Santiago Sul

18/09/2017 07:06 - Modificado em 18/09/2017 07:06
| Comentários fechados em Ângelo Fernandes:  tenta levar Vila Nova FC à primeira divisão de Santiago Sul

Já se aproxima a próxima época desportiva e as equipas já começaram a fazer as suas movimentações a fim de se prepararem para a nova época. Ângelo Fernandes, jovem treinador mindelense, prepara a sua equipa para atacar o campeonato da segunda divisão, em Santiago Sul, com o objectivo de conseguir levar a equipa até à primeira divisão. O treinador granjeou experiência no futebol de formação tanto em São Vicente como na Cidade da Praia e, nesta época, o Vila Nova FC é o desafio do treinador que vai começar a época desde o início, após ter assumido o comando da equipa com o plantel já definido.

“Na minha primeira época deparei-me com um clube que já tinha os seus atletas fixados em cima da semana de competição. Não podia fazer muito a não ser dar continuidade ao que tinha e melhorar o que não tinha”. Um clube humilde, como avança, com uma forte componente social na zona de Vila Nova para ajudar os jovens.

Desportivamente, o clube terminou o campeonato na quarta posição. “Observei tudo e todos para poder vir nesta época e implementar as minhas ideias e filosofias de forma madura e segura”. Neste sentido, definiu a época anterior como uma época de transição “para outra etapa na história do clube”, isto quando sublinha que o trabalho não se restringe apenas ao de treinador mas também a “amigo, psicólogo, assistente social para todos”.

O objectivo passa por chegar ao fim do campeonato no topo da Liga e apresentar o melhor futebol da segunda divisão e deixar as outras equipas atentas aos jogadores que pretendem formar.

A equipa iniciou os trabalhos em Julho, tendo disponível cerca de trinta jogadores, com o número a aumentar com o aproximar-se da competição. “As minhas ideias já estão bem definidas, apenas jogadores de uma qualidade excepcional é que me irão chamar a atenção”. E baseando-se no trabalho do ano anterior, pretende não somente a subida, mas também organizar o clube. “Para mim, um clube pode subir mas, para se manter, terá que ser e estar preparado”.

Os objectivos pessoais do treinador passam por fazer um curso de treinador no exterior, “porque me quero profissionalizar na área, quero alcançar títulos e melhorar ano após ano os meus métodos de trabalho”, sublinha.

 

 

 

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.