Uni-CV: Alunos do curso de Relações Públicas sem professores e sem explicações

18/10/2012 01:03 - Modificado em 18/10/2012 01:03
| Comentários fechados em Uni-CV: Alunos do curso de Relações Públicas sem professores e sem explicações

A falta de docentes preocupa os alunos do curso de Relações Públicas e Secretariado Executivo (RPS) da Uni-CV, Mindelo,do 1º ao 4º ano. Como explica Davínia Sousa “no calendário académico as actividades iniciaram-se desde o dia um de Outubro e até agora os alunos do 4º ano tiveram uma única aula “

 

Para estes alunos o “pior é que ninguém deu uma satisfação o que demostra uma falta de respeito e consideração” . Christie Reis está no primeiro ano e ainda não teve aulas. Os alunos reclamam que já “fizeram as matrículas e o pagamento da 1º mensalidade e ainda não há professores”. “A propina não é grátis, nem o transporte para nos deslocarmos até Ribeira de Julião para verificarmos se temos aulas ou não”, diz Christie

Os do 4º denunciam que a falta de docentes é uma situação verificada todos os anos. “Temos cadeiras que passam de um semestre para outro devido a esse facto”, revela Davinia. Odivandro acrescenta que depois há “aulas de reposição umas atrás das outras com um bombardear de matéria. Odivandro mostra-se incrédulo com esta situação, já que no próximo semestre os alunos do 4º ano, que segundo o plano curricular é apenas de estágio e “têm cadeiras em atraso que vão ter que fazer”.

Os alunos do curso de RPS pertencem ao departamento da Escola de Negócios e Governação (ENG) que fica na Praia ,onde são tomada as decisões e em São Vicente existe apenas uma coordenadora para o curso. O NN apurou que o responsável pelo departamento só tomou posse na ultima segunda-feira, mas que já houve uma reunião com a reitoria para resolver o problema da falta de professores. Ainda não existe uma data , mas UNI-CV espera que na próxima semana começar a colocar professores para leccionarem no curso de Relações Públicas e Secretariado . O NN sabe que a carência de professores foi provocada porque ” a maioria dos docentes que se candidataram não tinham o perfil académico exigido pela UNICV para leccionarem nesse curso”. E a forma de resolver o problema é começar chamar os docentes que ficaram como suplentes no concurso.

Os comentários estão fechados.

Publicidades
© 2012 - 2018: Notícias do Norte | Todos os direitos reservados.